O primeiro título do casal foi no 1°Campeonato Amador de Levantamento de Peso de Bento Gonçalves, realizado no ano passado. Já na estreia, ambos foram campeões em suas categorias. “Fomos com expectativa de apenas participar e prestigiar e acabamos ganhando. Isso nos incentivou a disputar campeonatos oficiais”, conta Carla. Os resultados são surpreendentes: Carla é a atual campeã Gaúcha, Brasileira e Sul-Americana de Powerlifting, nas categorias Supino, Levantamento Terra e Agachamento. Já Ricardo é campeão Gaúcho, Brasileiro e Sul-Americano de Powerlifting nas categorias Supino, Levantamento Terra e Powerbíceps. Com os resultados, os dois foram convocados para a Seleção Brasileira de Powerlifting e Wrestling e representarão o Brasil nos campeonatos mundiais de Las Vegas, em novembro, e de Moscou, em dezembro.

Embora as conquistas estejam acontecendo com muita rapidez, os resultados são fruto de anos dedicados à atividade física. A dupla pratica musculação desde os 18 e começou a levantar peso por “questões estéticas”. Mas, com o passar do tempo, Carla e Ricardo perceberam uma melhora significativa na qualidade de vida e saúde. “Levantar peso não só ajuda na condição física do seu corpo, mas também traz benefícios para o organismo, como a redução dos riscos associados a certas doenças, oferecendo proteção contra lesões e reduzindo o ganho de gordura”, comenta Carla. 

Treinos quase diários
Hoje, os dois seguem uma exaustiva rotina de treinos diários, com duração de uma hora e meia, seis vezes por semana. “Muitas vezes dá vontade de desistir, mas quando um desanima o outro o puxa e assim vamos nos ajudando e nos superando a cada dia. Essa é a vantagem de treinar em casal”, confessa Ricardo. “Algumas pessoas criticam o hábito de ir à academia todos os dias e de sofrer com exercícios que levam à exaustão física e mental. Julgam como uma atividade fútil e de culto ao corpo. Contudo, a musculação vai além de uma atividade física. Ela transforma a vida das pessoas. Ela exige muita disciplina e superação. Isso constrói uma autoestima forte e um ser humano também forte, de corpo e alma”, complementa Carla.

Quanto à alimentação, os atletas contam com uma dieta balanceada rica em proteínas, aliada a suplementos alimentares que ajudam na recuperação muscular. No entanto, não deixam de “comer de tudo um pouco” quando sentem vontade. “Isso nos deixa mais saudáveis, felizes e dispostos para os exercícios”, garante Carla. 

Para a dupla, representar Bento Gonçalves e o Brasil em campeonatos internacionais e importantes é motivo de orgulho. “Servir a seleção é para poucos. Entre tantos bons atletas no país, é bom saber que nosso esforço é reconhecido. É uma grande oportunidade”, confessa. Para viajar para Las Vegas e Moscou, a dupla busca patrocínio para a equipe da Seleção Brasileira, através de um projeto de incentivo fiscal. “Muitos atletas com alto potencial não têm condições de bancar as viagens e inscrições para os campeonatos, limitando a participação aos que têm dinheiro. Não estamos pedindo doações em dinheiro, mas que as empresas patrocinem o esporte, que divulguem sua marca. Tenho certeza que, a partir do momento que elas visualizarem retorno financeiro, não será um esporte de quem tem condições financeiras, mas de todos”, afirma Carla, que espera que o esporte que ama seja tão popular e inclusivo como o futebol, por exemplo.

">
Esporte
08/11/2017 10:38:17

Força para carregar pesos. E troféus!

Um casal da região tem se destacado em um esporte pouco conhecido, mas que exige, literalmente, muita força. Carla Cogorni, 38 anos, de Bento Gonçalves, e seu noivo, Ricardo Vieira, 34, de Caxias do Sul, ambos advogados, são atletas de Powerlifting. Também denominado Levantamento Básico, o esporte consiste em levantar peso executando exercícios como agachamento, supino e levantamento terra. Desde o ano passado, os dois passaram a participar de competições da modalidade e a acumular troféus e conquistas. 

O primeiro título do casal foi no 1°Campeonato Amador de Levantamento de Peso de Bento Gonçalves, realizado no ano passado. Já na estreia, ambos foram campeões em suas categorias. “Fomos com expectativa de apenas participar e prestigiar e acabamos ganhando. Isso nos incentivou a disputar campeonatos oficiais”, conta Carla. Os resultados são surpreendentes: Carla é a atual campeã Gaúcha, Brasileira e Sul-Americana de Powerlifting, nas categorias Supino, Levantamento Terra e Agachamento. Já Ricardo é campeão Gaúcho, Brasileiro e Sul-Americano de Powerlifting nas categorias Supino, Levantamento Terra e Powerbíceps. Com os resultados, os dois foram convocados para a Seleção Brasileira de Powerlifting e Wrestling e representarão o Brasil nos campeonatos mundiais de Las Vegas, em novembro, e de Moscou, em dezembro.

Embora as conquistas estejam acontecendo com muita rapidez, os resultados são fruto de anos dedicados à atividade física. A dupla pratica musculação desde os 18 e começou a levantar peso por “questões estéticas”. Mas, com o passar do tempo, Carla e Ricardo perceberam uma melhora significativa na qualidade de vida e saúde. “Levantar peso não só ajuda na condição física do seu corpo, mas também traz benefícios para o organismo, como a redução dos riscos associados a certas doenças, oferecendo proteção contra lesões e reduzindo o ganho de gordura”, comenta Carla. 

Treinos quase diários
Hoje, os dois seguem uma exaustiva rotina de treinos diários, com duração de uma hora e meia, seis vezes por semana. “Muitas vezes dá vontade de desistir, mas quando um desanima o outro o puxa e assim vamos nos ajudando e nos superando a cada dia. Essa é a vantagem de treinar em casal”, confessa Ricardo. “Algumas pessoas criticam o hábito de ir à academia todos os dias e de sofrer com exercícios que levam à exaustão física e mental. Julgam como uma atividade fútil e de culto ao corpo. Contudo, a musculação vai além de uma atividade física. Ela transforma a vida das pessoas. Ela exige muita disciplina e superação. Isso constrói uma autoestima forte e um ser humano também forte, de corpo e alma”, complementa Carla.

Quanto à alimentação, os atletas contam com uma dieta balanceada rica em proteínas, aliada a suplementos alimentares que ajudam na recuperação muscular. No entanto, não deixam de “comer de tudo um pouco” quando sentem vontade. “Isso nos deixa mais saudáveis, felizes e dispostos para os exercícios”, garante Carla. 

Para a dupla, representar Bento Gonçalves e o Brasil em campeonatos internacionais e importantes é motivo de orgulho. “Servir a seleção é para poucos. Entre tantos bons atletas no país, é bom saber que nosso esforço é reconhecido. É uma grande oportunidade”, confessa. Para viajar para Las Vegas e Moscou, a dupla busca patrocínio para a equipe da Seleção Brasileira, através de um projeto de incentivo fiscal. “Muitos atletas com alto potencial não têm condições de bancar as viagens e inscrições para os campeonatos, limitando a participação aos que têm dinheiro. Não estamos pedindo doações em dinheiro, mas que as empresas patrocinem o esporte, que divulguem sua marca. Tenho certeza que, a partir do momento que elas visualizarem retorno financeiro, não será um esporte de quem tem condições financeiras, mas de todos”, afirma Carla, que espera que o esporte que ama seja tão popular e inclusivo como o futebol, por exemplo.



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA