Geral
13/04/2018 11:56:59, escrita por SERRANOSSA

Mais de 2 mil moradores de Bento não fizeram prova de vida no INSS e tiveram benefício suspenso

Cerca de 2,4 milhões de aposentados, pensionistas e demais beneficiários não haviam comprovado que estão vivos até a data-limite de fechamento da folha do INSS. Quem perdeu o prazo teve o benefício suspenso e, depois de um tempo, o pagamento será cancelado. Somente em Bento Gonçalves, Carlos Barbosa e Garibaldi mais de 3.000 pessoas estão nesta situação – o maior número é em Bento, onde 2.126 pessoas não se apresentaram ao INSS. Em Carlos Barbosa foram 323 e, em Garibaldi, 612.

Caso tenha perdido o prazo, o primeiro passo é ir, o quanto antes, ao banco onde recebe o benefício para regularizar a situação e reativar o pagamento. Toda pessoa que recebe benefício do INSS precisa fazer a Comprovação de Vida e este procedimento continua sendo realizado normalmente ao longo do ano. 

A Comprovação de Vida, também conhecida como Renovação de Senha ou, ainda, Fé de Vida, é um procedimento obrigatório e visa a dar mais segurança ao cidadão e ao Estado brasileiro, evitando pagamentos indevidos de benefícios. O procedimento é obrigatório para todos os beneficiários do INSS que recebem seus pagamentos por meio de conta corrente, conta poupança ou cartão magnético, inclusive para aqueles que recebem benefícios assistenciais.

No ano passado, 112.729 benefícios foram suspensos/cessados, gerando uma economia de R$ 1,2 bilhão de reais.



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA