Geral
05/10/2018 12:07:47, escrita por SERRANOSSA

Prefeitura divulga nota de pesar pelo falecimento de Fábio Koff

Por meio de nota, a prefeitura de Bento Gonçalves manifestou pesar pelo falecimento do ex-presidente do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense e do Clube dos 13, Fábio André Koff, ocorrido na madrugada desta quinta-feira, 10, em Porto Alegre. Koff estava hospitalizado desde o dia 3 de maio, devido a um abscesso hepático. A causa da morte foi infecção generalizada e falência múltipla dos órgãos.

Koff tem raízes na Serra Gaúcha. Nasceu em Santa Tereza em 1931, quando ainda era distrito de Bento Gonçalves. "O esporte perde um de seus grandes representantes. Nossa região perde um filho desta terra. Koff, em sua vida, demonstrou paixão pelo futebol e por seu time de coração. Nossos sentimentos a toda família e aos torcedores", lamenta o prefeito Guilherme Pasin.

Presidente do Grêmio por três gestões, Fábio Koff conquistou títulos importantes, merecendo o respeito e a admiração de outras torcidas. Teve também forte destaque com a atuação em associações representativas do futebol.

Uma vida em prol do Grêmio

A paixão de Fábio Koff pelo tricolor começou muito cedo quando, aos 5 anos, ganhou de presente uma camisa do Grêmio. Ainda menino, foi levado pela primeira vez pelas mãos de um tio para conhecer a antiga Baixada. Era o que faltava para solidificar o amor pelo Clube.

Formado em direito, exerceu a profissão pelo interior do Estado, passando por Passo Fundo, Flores da Cunha, Frederico Westphalen e São Jerônimo. Neste período, acompanhava os jogos do tricolor pelo rádio. Em 1958, tornou-se sócio do clube e, já em Porto Alegre, entrou para o Conselho Deliberativo no dia 1º de julho 1967. Com apenas 36 anos, começava uma trajetória de relevantes serviços prestados ao Grêmio. Em 1976, foi eleito vice-presidente de futebol na gestão de Hélio Dourado. Em 1980, concorreu pela primeira vez à presidência do clube, sendo derrotado pelo próprio Hélio Dourado. Porém, no final de 1981, foi eleito presidente pela primeira vez. Nesta passagem, conquistou a primeira Copa Libertadores e o Mundial, tornando-se o mais vitorioso presidente da história do Grêmio. Em 1990, Fábio Koff é eleito presidente do Conselho Deliberativo. Dois anos depois, volta a assumir a presidência, para mais uma trajetória vitoriosa, sendo reeleito para o mandato 1994/96. Neste período, voltou a conquistar a Libertadores, em 1995, além da Recopa e do Brasileiro de 1996, a Copa do Brasil de 1994 e os estaduais de 1993, 1995 e 1996.

Em 1995, Koff é eleito presidente do Clube dos Treze, cargo no qual permaneceu por 16 anos. Em 2012, logo após a inauguração da Arena, é reeleito presidente para seu quarto e último mandado a frente do clube do seu coração. Neste período, renegociou o contrato da gestão da nova casa gremista. Em 2014, assumiu como vice-presidente de futebol, cargo que ocupou até março de 2015. A partir deste período, permaneceu ligado ao Grêmio na defesa dos interesses do entidade junto a OAS e Arena Porto-Alegrense.

O corpo do presidente Fábio André Koff será velado no saguão principal da Arena (Saguão A) a partir das 15h30. O local será fechado às 22h e reaberto às 7h para missa de corpo presente.



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA