Negócios
01/09/2018 16:33:39, escrita por SERRANOSSA

Hospital São Roque implanta Certificação Digital nas áreas assistenciais

Foi concluída em 2017 a implantação do Projeto Certificação Digital em todas as unidades assistenciais do Hospital São Roque, em Carlos Barbosa. Com a implantação desse processo, o hospital passa a ser o segundo no Estado a contar com a Certificação Digital – o Tacchini, de Bento Gonçalves, foi o pioneiro. Unidades de Internação, Pronto Socorro e Centro Cirúrgico, por exemplo, não necessitam mais imprimir documentos e a assinatura é feita diretamente na tela do computador, com o uso do Certificado Digital padrão ICP Brasil.

Conforme o Coordenador de Tecnologia da Informação (TI), Carlos Bertollo, a Certificação Digital tem crescido muito no Brasil e nos hospitais está se tornando uma tendência. “Projetos privados e iniciativas governamentais como a nota fiscal eletrônica, a declaração do Imposto de Renda e as transações bancárias já se utilizam desta tecnologia. No ramo hospitalar, vai garantir a autenticidade dos registros médico-assistenciais, maior agilidade no fluxo das informações e a redução significativa da emissão, circulação e armazenamento de papel”, explica. 

O projeto tem o objetivo de otimizar o fluxo interno e externo de documentos eletrônicos, que passam a ter validade legal. Uma vez emitidos e assinados digitalmente, os documentos ficam disponíveis eletronicamente para toda a instituição, não sendo mais necessário transportar documentos físicos de um setor para outro. Segundo Bertollo, a instituição está satisfeita com a receptividade e aceitação da solução pela equipe assistencial. “Com a assinatura digital, teremos mais segurança e eficiência, até porque teremos sistemas de backups que garantirão a integridade das informações e acabaremos com alguns registros manuais que eram feitos na prescrição impressa”, explica. Para ele, as expectativas a médio e longo prazo são que o Hospital São Roque opere 100% sem papel.



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA