Política
29/05/2018 14:37:02, escrita por SERRANOSSA

Vereadores reúnem seis assinaturas para CPI do Plano Diretor

No final da tarde desta segunda-feira, dia 28, os vereadores conseguiram a última assinatura que faltava para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a suposta compra de emendas para o projeto de revisão Plano Diretor de Bento Gonçalves. A mobilização iniciada pela bancada do MDB – Agostinho Petroli, Elvio de Lima e Idasir dos Santos – já tinha apoio de Moacir Camerini (PDT) e Paulo Roberto Cavalli (PTB). A sexta assinatura foi de Gustavo Sperotto (DEM), justamente o parlamentar que revelou a possível existência do esquema em uma reunião informal com moradores do bairro Imigrante, sem saber que estava sendo gravado. 

De acordo com Petroli, o grupo esperará um momento oportuno para protocolar o documento para não atrapalhar as investigações por parte do Ministério Público (MP). Segundo ele, isso pode ocorrer “a qualquer momento”, mas dependerá de como está o estágio das investigações oficiais. Após ser protocolado, caberá ao presidente da Câmara as definições sobre a abertura da CPI, sendo que o Regimento Interno determina prazo de cinco dias para a instauração. 

Relembre

A denúncia veio à tona no dia 14 de maio, quando a gravação da reunião entre Sperotto e lideranças comunitárias foi entregue ao MP. No áudio, além de temas do bairro e de críticas ao governo municipal, o vereador comenta que participou de reunião em que uma empreiteira teria oferecido R$ 40 mil para cada parlamentar para aprovasse emenda que permitiria prédios de até oito andares no chamado Corredor Gastronômico, no bairro Planalto. Segundo a gravação, ele teria recusado participar do esquema, mas outros seis teriam aceitado. O caso está sendo investigado pelo MP, sob sigilo. Sperotto é considerado testemunha do caso e já prestou depoimento.   


 



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA