Segurança
01/02/2018 13:35:01, escrita por Greice Scotton

PRF comemora redução considerável em índices de acidentalidade na BR-470 em 2017

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta terça-feira, dia 2, os números relativos aos acidentes na BR-470. Todos os índices apresentaram queda, que varia de -17,5% (caso de acidentes com feridos e de pessoas que tiveram ferimentos decorrentes de acidentes) a - 47% (acidentes sem vítima). Os dados correspondem a um trecho de 143 quilômetros, entre os municípios de Salvador do Sul e André da Rocha, passando por Bento Gonçalves.

 


 

Destaque para os 12.229 condutores flagrados dirigindo acima da velocidade máxima permitida, uma das principais causas de acidentes graves, e para as apreensões de drogas: 573kg de pasta-base de cocaína e derivados foram apreendidos, o que equivale a 47% de todas as apreensões do Rio Grande do Sul.

Confira outros números:

19.876 veículos e 21.985 pessoas fiscalizadas
10.145 testes de alcoolemia. Ao todo, 306 condutores (equivalente a 3%) foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool ou recusaram o exame. Desses, 45 foram presos por crime de trânsito de embriaguez ao volante.
12.229 veículos em excesso de velocidade (radar)
759 condutores flagrados ultrapassando em local proibido
579 condutores flagrados sem cinto de segurança
319 toneladas de carga transbordadas
75 condutores que transportavam produtos perigosos autuados por irregularidades
11.500 pessoas conscientizadas em palestras e cinema rodoviário
22 armas e 26.213 munições apreendidas (equivalente a 75% de todas as apreensões do Estado)
573kg de pasta-base de cocaína e derivados apreendidos – cada 1kg rende cerca de 10kg da droga após processamento. Volume equivale a 47% de todas as apreensões do Estado.
7,5kg de haxixe apreendidos
74.901 pacotes de cigarro apreendidos
1.937 eletrônicos apreendidos
21 veículos furtados ou roubados recuperados
10 foragidos recapturados
226 pessoas presas no total.



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA