Segurança
07/09/2018 09:42:49, escrita por SERRANOSSA

Taxista é preso com munições no bairro Juventude

Uma ação do Pelotão de Operações Especiais (POE) prendeu um taxista no início da noite do último sábado, dia 7, em Bento Gonçalves. Ele foi flagrado quando se preparava para entregar munições em um conhecido ponto de drogas no bairro Juventude. Outros três indivíduos e um menor de idade também foram detidos.

De acordo com o registro policial, a prisão ocorreu por volta das 19h, na rua Luiz Giardini, no bairro Juventude. Integrantes do POE faziam uma operação na região, quando avistaram um táxi em atitude suspeita nas proximidades de um conhecido ponto de drogas. Dois homens estavam dentro do veículo e, durante a abordagem, foram encontradas seis munições calibre 12 com o taxista, um homem de 21 anos. Junto com ele estava um indivíduo com extensa ficha criminal, mas que negou ser o dono das munições.

Próximo ao ponto de drogas, os policiais encontraram um menor de 17 anos que tentou se livrar de uma garrucha, calibre 12, e um revólver 38. Junto com ele também foram encontradas munições de diversos calibres. A suspeita é de que ele estaria trabalhando de segurança do ponto de drogas.

Todos os indivíduos foram levados para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) para o registro de ocorrência policial. Além das munições e das armas foram apreendidos celulares, dinheiro e uma pequena quantia de maconha. O taxista teve o flagrante lavrado pelo delegado de plantão e foi recolhido ao presídio. Seu veículo foi recolhido ao depósito credenciado. Os demais envolvidos foram liberados após prestarem depoimento. 

Cassação

A secretaria de Gestão Integrada e Mobilidade Urbana (Segimu) determinou a cassação da permissão para conduzir do taxista. O permissionário poderá perder a concessão do táxi. Desde que iniciou um pente-fino no cadastro desses profissionais, a secretaria constatou que 16% apresentam problemas no cadastro e já foram notificados.

Conforme a Lei 5821/2014 a permissão para dirigir somente "será emitida ou renovada em favor dos taxistas que apresentarem certidões negativas de registro e distribuição, emitidas pelas Justiças Estadual e Federal, para os crimes contra a vida, contra a fé pública, contra a administração, contra a dignidade sexual, hediondos, de roubo, furto, estelionato, receptação, de quadrilha ou bando, sequestro, extorsão, de trânsito ou aqueles previstos na legislação alusiva à repressão à produção não autorizada ou ao tráfico ilícito de drogas, consumados ou tentados".

Para o secretário Amarildo Lucatteli, o procedimento é necessário para proteger o cidadão. "Precisamos tomar estas atitudes e suspender motoristas que não estão de acordo com as normas, ou que possam de alguma forma trazer insegurança para nossa população. Este foi um caso isolado e não pode ser prejudicial para a classe, que com responsabilidade realiza seu serviço", disse. O veículo apreendido foi encaminhado para depósito do Detran.



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA