Vida & Estilo
15/09/2017 12:35:33

Dieta do limão pode contribuir para perda de peso, mas exige cuidado

Por Bruna Stuppiello
Fonte: Portal Minha Vida (www.minhavida.com.br)

A dieta do limão tem atraído diversos adeptos nos últimos anos. De fato, o método pode proporcionar certos benefícios para a saúde, entre eles o emagrecimento saudável. Porém, é essencial ter alguns cuidados. Conheça a melhor forma de consumir a fruta e quais os prós e contras da dieta do momento. 

Como é a dieta
Existem diversos tipos de dietas do limão. As mais simples orientam o consumo de um limão espremido na água logo após acordar em jejum. Outras recomendam a ingestão antes de cada uma das refeições principais e salientam que a água deve ser morna.
Também há versões mais radicais em que a proposta é aumentar a cada dia a quantidade do suco desta fruta ingerido no jejum, ao ponto de no 15º dia da dieta a pessoa chegar a consumir 15 limões.
Além do limão, um ponto em comum entre todas essas dietas é prezar por uma alimentação saudável, rica em frutas, legumes, verduras, proteínas magras e carboidratos complexos e redução na quantidade de calorias ingeridas.

Benefícios 
Mas será que esses métodos contribuem para a perda de peso? A nutricionista Rita de Cassia Novais explica que ingerir o limão de manhã em jejum é realmente bom. “Fazer isso 10 a 20 minutos antes do café da manhã descongestiona e desintoxica o organismo, além de combater a gripe comum. É também uma fonte de potássio que estimula as funções nervosas e cerebrais, além de controlar a pressão arterial”, explica.
O limão ainda ajuda a reduzir a ansiedade e a fome por impulso devido à pectina presente nele. Esta fruta também diminui a acidez do organismo. “O limão ajuda a melhorar o metabolismo, contribui para a digestão, principalmente das gorduras, e a água com limão também auxilia na redução da vontade de comer doces”, observa a nutricionista Talitta Maciel, do Espaço Reeducação Alimentar.
A água morna com o limão também pode proporcionar algumas melhorias na saúde. No momento em que é ingerida, aumenta a temperatura corpórea, para equilibrar a temperatura, organismo precisa trabalhar, o que faz com que a queima de calorias seja acelerada.
O recomendado é ingerir o limão não apenas antes do café da manhã, mas antes das refeições principais. Favorece a digestão, pois ajuda na produção de saliva e ácido clorídrico. Além de estimular o fígado a produzir a bile que participa da digestão das gorduras, o limão também auxilia na limpeza do organismo ajudando a eliminar toxinas. A fruta ainda é rica em vitamina C, grande aliada da imunidade. 

Cuidados 
O primeiro ponto é ter consciência de que o limão não faz milagres. Então, não é por que você ingeriu água com limão de manhã que poderá devorar um bolo ou uma alguma fritura. A alimentação balanceada é essencial para o sucesso de qualquer dieta. “Procure sempre seguir uma dieta rica em nutrientes e equilibrada, pois sozinho o limão não vai trazer benefício algum”, constata Talitta Maciel.
Também é importante conversar com um nutricionista ou médico nutrólogo antes de iniciar o processo de emagrecimento. Portanto, não abuse da quantidade de limão. Ingerir uma unidade por dia é o ideal, mas a pessoa pode consumir até três diariamente sem complicações para a saúde.
Saiba que o consumo em excesso de limão não irá aumentar seus benefícios, mas sim prejudicar a saúde. “A pessoa pode ter problemas estomacais, gastrites e pode chegar até a uma úlcera com o uso excessivo e repetitivo desta fruta”, alerta Talitta Maciel. Por isso, versões da dieta do limão que envolvem aumentar gradualmente o consumo do fruto ao ponto de ingerir diariamente quantidades iguais ou maiores do que quatro limões por dia não são orientadas.
A dieta do limão deve estar sempre associada à alimentação saudável, com introdução de alimentos integrais, pobres em gorduras ruins, sem adição de açúcares, e sempre com acompanhamento de um nutricionista para estabelecer quantidades seguras para ingerir da fruta.
Seguir uma dieta somente baseada em consumo de limão pode levar a uma deficiência de nutrientes, fraqueza e até um ganho de peso em longo prazo. Da mesma forma é possível que ocorram problemas cardíacos, renais por deficiência de vitaminas e minerais.



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA