• Vinícola Garibaldi

Banco de Leite AMA Tacchini fecha 2022 com 883 doadoras

  • Posto Ravanello
  • Vinícola Garibaldi

Apenas em 2022, 493 bebês foram alimentados

Foto: Alexandre Brusamarello/Hospital Tacchini

O Banco de Leite Humano Ama Tacchini encerrou o primeiro ano de atuação com números positivos. Ao todo, 883 mães realizam doações. Juntas, elas somaram 7.549 contribuições e mais de 480 litros de leite pasteurizado. Além disso, apenas em 2022, foram alimentados 493 bebês.

Construído a partir de uma parceria com o Rotary Bento Gonçalves, o Banco de Leite tem como objetivo oferecer leite materno aos bebês internados na UTI Neonatal que, por algum motivo, não podem receber o alimento das próprias mães.

Impacto positivo

A utilização do leite materno na alimentação dos bebês internados na UTI Neonatal já impacta positivamente a saúde deles. Durante todo o ano de 2022, o Hospital Tacchini não registrou casos de enterocolite necrotizante, doença inflamatória intestinal considerada um dos principais problemas associados ao uso da fórmula infantil.

De acordo com a responsável técnica do Banco de Leite Ama Tacchini, Fernanda Dalle Laste, os resultados são muito positivos. “Esse é um trabalho que nos orgulha muito. Nosso objetivo é oferecer sempre o melhor para nossos pacientes e por diversos aspectos o leite materno é o melhor alimento para os bebês”, afirma.

Parceria com bombeiros

Desde 2021, a parceria estabelecida entre o Ama Tacchini e o 5º Batalhão de Bombeiros Militares do Rio Grande do Sul permite realizar a coleta de leite materno à domicílio em 49 municípios. Em 2022, o Banco de Leite registrou doações em 12 diferentes cidades da região.