• Vinícola Garibaldi

Bento Gonçalves registra saldo negativo na criação de empregos em novembro

  • Vinícola Garibaldi

Mês foi o terceiro do ano a registrar saldo negativo, mas cidade segue como a 10ª que mais gerou oportunidades no Estado

Foto: Exata Comunicação

Com dados de novembro de 2023, o Observatório da Economia (OECON) mostra, em seu novo boletim, que mesmo Bento Gonçalves registrando saldo negativo de empregos naquele mês (-23), o município conseguiu se manter como o 10º maior gerador de oportunidades no Rio Grande do Sul no ano.

Apesar da forte retração em comparação a outubro, quando houve a criação de 227 empregos, o município acumula no ano mais de 1,2 mil postos de trabalho gerados. O número, entretanto, é inferior se comparado ao mesmo período do ano passado. Entre janeiro e novembro de 2022, o quadro era 24,1 % superior. “Isso evidencia a redução no ritmo de crescimento”, aponta o autor do relatório, Fabiano Larentis.

O mês de novembro foi o pior da indústria até agora e o terceiro do ano a registrar desempenho no vermelho. O setor alcançou sua pior performance, registrando -87 vagas de saldo, superando os resultados de março de 2023. Assim, a indústria registrou pela quinta vez nos 11 meses do ano analisados até agora, marca negativa no saldo de emprego. O setor moveleiro foi quem mais contribuiu negativamente (-47), seguido pelo setor de borracha e plástico (-39).

Já os segmentos de serviços (+38), construção (+10) e comércio (+14) encerraram novembro registrando saldos positivos – entretanto, apenas o último teve performance superior ao mês de outubro.

O boletim do OECON, vinculado ao Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG), também mostra bom desempenho no contingente de mão de obra empregada no município. Ao todo, são 49.352 postos de trabalho, marca 2,6% superior ao fechamento de 2022. Somados ao número de MEIs, o total pula para 61.904 registros. “A participação dos MEIs fica em 20,3%. Ou seja, a cada quatro empregos formais no município, temos um MEI”, constata Larentis.

Fonte: Exata Comunicação