• Envase
  • Vinícola Garibaldi
  • Debianchi
  • Naturepet Pharma
  • Posto Ravanello
  • Tacchini

Bolsonaro vai à PF, mas fica em silêncio

  • Tacchini
  • Vinícola Garibaldi
  • Naturepet Pharma
  • Envase

Investigação apura uma suposta tentativa de golpe de Estado

Breno Esaki/Metrópoles

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) compareceu à sede da Polícia Federal (PF) em Brasília nesta quinta-feira, 22/02, mas ficou em silêncio diante dos investigadores que apuram uma suposta tentativa de golpe de Estado.

De acordo com o advogado Fabio Wajngarten que defende o ex-presidente, Bolsonaro ficou menos de meia hora no local.

“Esse silêncio [no depoimento] quero deixar claro que não é simplesmente o uso do exercício constitucional silêncio, mas uma estratégia baseada no fato de que a defesa não teve acesso a todos os elementos por quais está sendo imputada ao presidente a prática de certos delitos”, afirmou o advogado.

Wajngarten disse que a falta de acesso à delação de Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, e a mídias obtidas em celulares apreendidos de investigados “impedem que a defesa tenha um mínimo de conhecimento de por quais elementos o presidente é hoje convocado ao depoimento”.