• Tacchini
  • Debianchi
  • Posto Ravanello
  • Naturepet Pharma
  • Vinícola Garibaldi
  • Envase

Campanha de Combate à Sífilis será realizada neste sábado, 21/10, na Via del Vino

  • Naturepet Pharma
  • Vinícola Garibaldi
  • Tacchini
  • Envase

Segundo dados da prefeitura de Bento Gonçalves, na cidade, entre 2010 e 2023, os casos de sífilis somam mais de 3,4 mil

O mês de outubro também é marcado pela “Campanha Nacional de Combate à Sífilis e à Sífilis Congênita”. Atualmente a sífilis, uma das infecções sexualmente transmissíveis (IST), é considerada um problema de saúde pública e está entre as patologias transmissíveis mais comuns, afetando a saúde e a vida das pessoas em todo o mundo.

Neste sábado, 21/10, das 8h às 12h, na Via Del Vino de Bento Gonçalves, serão realizados na, Unidade Móvel, testes rápidos para HIV, sífilis, hepatites B e C.

Em Bento, atualmente os números de casos de sífilis em adultos, gestantes e congênita, notificados no período de 2010 a 2023, somam 3.416 casos, sendo que, os casos de gestantes chega a 532, correspondendo 15,6% dos casos neste mesmo período.

A incidência no mesmo período na população atingiu a marca de 1.965,89/100.000 habitantes. Na razão entre os sexos, há um maior número entre as mulheres, somando 1.990 casos, correspondendo a 58% das notificações. Mas a preocupação está, também, nos casos de sífilis congênita, pois ao nascer, o bebê necessita de investigação e tratamento, requerendo hospitalização por 10 dias. Neste mesmo período (2010-2023), foram notificados 347 casos em bebês, sendo 30/1.000 nascidos vivos.

A sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível causada por uma bactéria chamada Treponema pallidum. Após a relação sexual, pode surgir uma lesão inicial (cancro duro) acompanhada de ínguas (linfonodos aumentados), em três semanas. A forma de transmissão se dá através de relações sexuais desprotegidas (sexo oral, vaginal e anal) e de mãe para filho em qualquer fase da gestação ou no momento do parto (sífilis congênita).

Se não for tratada, pode comprometer vários órgãos como olhos, pele, ossos, coração, cérebro e sistema nervoso. O tratamento é feito com antibióticos, especialmente penicilina. Deve ser acompanhado com exames clínicos e laboratoriais para avaliar a evolução da doença e estendido às parcerias sexuais. O uso de preservativos durante as relações sexuais é a maneira mais segura de prevenir a doença.

No caso da sífilis congênita, a transmissão ocorre via placenta (mãe para filho) durante a gestação, independente do período da gravidez. Quando ocorre a infecção congênita (bebê nasce com sífilis), podem haver sequelas neurológicas irreversíveis. A prevenção é destacada pela investigação do casal no período pré-natal e, se obter diagnóstico, realizar tratamento adequado, pois é uma doença que tem cura. O tratamento completo e realizado corretamente, garante à cura do casal e evita a infecção da criança. 

As unidades de saúde de Bento, incluindo o SAE/CTA, oferecem para a população os testes rápidos de HIV, sífilis, hepatite B e C, assim como, o medicamento e aplicação da penicilina benzatina.