O sentido da pureza! 

Por: Padre Ezequiel Dal Pozzo | 03/11/2019 10:23:55

O que compreendemos por pureza? Esse conceito está relacionado à peneira. Aquilo que foi peneirado fica limpo das impurezas e de resíduos que queremos separar, tirar fora. Tiramos o grosseiro, impuro, para deixar só o que é genuíno. Buscar a pureza então significa buscar o núcleo mais original de si mesmo, a essência daquilo que se é, a interioridade profunda. 

Pessoas sintonizadas consigo mesmas vão eliminando de si tudo aquilo que as tira do centro, eliminando tudo o que prejudica, retirando tudo o que mascara o núcleo. Crivo também tem um sentido parecido. Significa separar o sujo do limpo, o bom do mau. A palavra latina “purgare”, significa tornar limpo. Para os romanos, purificar é sempre algo ativo. Eu preciso fazer alguma coisa para limpar, para purificar, remover a sujeira. 

Todas as religiões, desde o cristianismo, budismo, judaísmo, islamismo ou hinduísmo, trazem o tema da pureza. No Egito antigo, na Grécia e na Índia o encontro com Deus, a aproximação a Ele, sempre deve acontecer com mãos limpas e coração puro. O canto sacro traduz que “entrará no Santuário do Senhor, quem tem mãos limpas e coração puro”. Claro, sabemos que a pureza acontece não porque nós já sejamos puros ao chegar, mas pela misericórdia que nos torna puros. Essa pureza é possível para todas as pessoas e não somente para alguns eleitos. 

Pureza está também muito relacionada ao conceito cúltico. Os cultos das religiões sempre trazem ritos de purificação, de perdão, de limpeza. Ao iniciar a missa no rito católico se pede perdão. O batismo significa também banho da impureza original, para tornar filho de Deus. Os rituais são importantes para que o coração humano se sinta limpo. Todos sabem que estamos sempre entre erros e acertos. O anseio que temos de pureza mostra que queremos chegar com reverência diante de Deus que é o totalmente Outro, que é diferente de nós, que é Santo, que é puro amor, sem mistura e sem mancha.  

Assim, o processo de purificação pode estar sempre presente em nossa vida. Precisamos largar algumas coisas, limpar sujeiras, peneirar resíduos, passar pelo crivo atitudes e decisões. Um banho que nos limpa é importante para a nossa alma. O tempo de quaresma na Igreja tem esse sentido, isto é, apresentar-se com humildade diante de Deus, sem medo, sem glórias, mas humildemente, compreendendo que Ele pode nos limpar e nos tornar melhores, mais verdadeiros, mais autênticos. 
 


É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização expressa do Grupo SERRANOSSA.

Padre Ezequiel Dal Pozzo

Padre Ezequiel Dal Pozzo

Sacerdote da Diocese de Caxias do Sul (RS), padre Ezequiel é cantor e compositor e lidera o projeto "Despertai para o Amor", de evangelização através da música e dos meios de comunicação. Já lançou seis CDs e um DVD e roda o Brasil com shows musicais, palestras, missas e pregações. Apresenta diariamente a reflexão "Despertai para o Amor" em mais de 250 rádios de 19 Estados do Brasil e o programa semanal "Despertai para o Amor" na TV Evangelizar e na TV Nazaré. É editor da Revista "Despertai para o Amor", de circulação trimestral, e autor do livro "Beber na fonte do amor: como a misericórdia humaniza e traz verdadeira alegria" (Edições Loyola).



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários publicados no portal.



Leia a Edição
IMPRESSA


Edição 702
22/03/2019 08:00:55
Edições Anteriores

Curta o SERRANOSSA