A gente só precisa respirar

Por: Greice Scotton Locatelli | 15/05/2020 06:00:58

Sabe quando bate aquela crise, que parece que o mundo está ruindo debaixo dos nossos pés? Aqueles instantes em que o desespero toma conta, em que tudo perde o sentido?

As últimas semanas têm sido desafiadoras para a imensa maioria e, obviamente, quanto mais tempo durar a pandemia, mais vamos precisar nos manter equilibrados para lidar com as consequências dela. A saúde mental, nessas horas, é tão importante quanto a saúde física. Precisamos, sim, higienizar as mãos e ambientes, usar álcool gel e máscara, praticar o distanciamento social. Mas precisamos, também, nos manter focados para que o desespero não nos traga prejuízos emocionais até mesmo irreversíveis.

Aposto que, como eu, você já teve alguns dias ruins desde que tudo isso começou. Aquele dia em que o desânimo e a desesperança não permitem que você se dedique por inteiro a algo. Aposto que você procurou uma “bengala”: bebeu ou comeu demais, fez compras on-line, chorou compulsivamente. Acredite, todos nós passamos por isso em algum momento.

Quem está respeitando a quarentena e passando um tempo “preso” e entediado em casa sofre tanto quanto aqueles que viram sua rotina de trabalho se tornar insana de repente e se sentem exaustos. Quem pode ficar dia após dia com a família, em tempo integral, enfrenta os mesmos desafios de quem precisa ficar longe. Até quem gosta de estar na própria companhia (pouquíssima gente) tem sofrido com tantas mudanças em tão pouco tempo. Acredite: todo mundo, sem exceção, se viu impactado de alguma forma pela nova realidade do mundo nas últimas semanas. Não se sinta mal por não estar conseguindo lidar com tudo isso: é um desafio coletivo e dos grandes!

Eu sei – por experiência própria – que não é fácil, mas também tenho absoluta certeza de que, como tudo na vida, isso vai passar. Então, cabeça erguida, foco, força e fé. Pode até demorar, mas a vida vai voltar aos eixos, talvez não da forma que conhecemos, mas ela vai voltar. E, quando isso acontecer, olharemos para trás e nos orgulharemos de ter sobrevivido, física e emocionalmente, mesmo que aos trancos. O que vale é ter tentado e ter aprendido a se reerguer a cada queda, da melhor maneira possível naquele momento.

Mas, afinal, qual o segredo para se manter firme em tempos de tamanha incerteza? É algo bastante individual, mas tem um jeito universal de se sentir melhor: respirar, simplesmente. Inspirar e expirar, tomando consciência do seu próprio corpo e acalmando a mente naquele momento.

Quando pensar “estou cansado de tudo”, apenas respire. Pense em como vai fazer para se desligar um pouco e descansar, em vez de desistir.

Quando pensar “vou desistir”, apenas respire. Amanhã é um novo dia e o que te deixou para baixo hoje talvez amanhã não pareça tão grave assim.

Quando pensar “cheguei no meu limite”, apenas respire. Na próxima vez, você vai encontrar uma forma de resolver isso antes que se torne uma bola de neve.

Eu sei que dentro de mim e dentro de você existe uma força que provavelmente a gente desconheça. E tenho convicção absoluta de que a humanidade vai superar essa provação. Acalme o seu coração, e respire. Amanhã é um novo dia.


É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização expressa do Grupo SERRANOSSA.

Greice Scotton Locatelli

Greice Scotton Locatelli

 



Editora-chefe do Grupo SERRANOSSA desde 2010, é formada em Comunicação Social - Habilitação Jornalismo, pela Unisinos, e tem na Língua Portuguesa e na Fotografia duas de suas maiores paixões.




Leia a Edição
IMPRESSA


Edição 762
29/05/2020 00:05:26
Edições Anteriores

Curta o SERRANOSSA