Dor nas costas!

Por: Pedro Della Côrte | 19/02/2021 16:27:21

Quem nunca sentiu dor nas costas que levante a mão. Mas nem sempre essa dor está relacionada a alguma doença. Muitas são as possibilidades de que você já tenha sentido, sente ou irá sentir esse desconforto. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 85% da população mundial já se queixou ou irá se queixar de dor nas costas no futuro.  

Este desconforto trata-se de uma disfunção que não distingue gênero, idade, etnia ou até mesmo classe social. E suas causas são inúmeras, desde uma simples atividade física em excesso até mesmo uma noite de sono mal dormida em uma posição desconfortável. Também surgem quando usamos uma mochila nada adequada à nossa estrutura ou quando ficamos muito tempo em pé ou sentado. Além destas situações do nosso cotidiano, as dores podem surgir relacionadas a algumas doenças, como as alterações nas curvaturas fisiológicas da coluna, hérnia de disco, artrose, pedras nos rins, pneumonia, entre outras.

No passado, era menor o acesso à informação de como prevenir ou tratar esta queixa, ou até mesmo o conhecimento sobre métodos que pudessem ajudar neste desconforto, porém hoje, além das inúmeras técnicas existentes, ainda contamos com a tecnologia a nosso favor.

Quando falamos em técnicas ou métodos, uma das mais divulgadas atualmente é o Método Pilates, que, a partir da sua prática, busca fortalecer e condicionar os músculos do core, estabilizando dinamicamente o corpo e garantindo o equilíbrio biomecânico entre membros e o tronco. O método fortalece os músculos fracos, alonga os músculos que estão encurtados e aumenta a mobilidade das articulações, e devido os movimentos serem executados sem pressa e com muito controle para evitar estresse, o resultado acaba por ajudar na melhora da postura global do indivíduo, eliminando as dores e tratando a causa. 

Como falei, este é um dos métodos que pode ser utilizado, porém existem inúmeras outras técnicas que terão um resultado tão bom quanto este, o importante é a escolha da técnica que você mais se identifica, e, claro, sempre orientado por um profissional habilitado.

Enquanto isso, algumas dicas já podem ser executadas, como a maneira correta de se agachar para levantar um objeto pesado, a escolha de um bom colchão, melhorando sua postura ao deitar e a qualidade do seu sono, e até mesmo uma atividade física leve e moderada até que seu corpo esteja preparado para maiores cargas.

Com isso não esqueçamos que corpo saudável é sinônimo de mente saudável, o que significa qualidade de vida.
 

Apoio:

  
 

 


É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização expressa do Grupo SERRANOSSA.

Pedro Della Côrte

Pedro Della Côrte

Professor Universitário, coordenador de curso, biólogo (CRBio3 41579), biomédico (CRBM5 3259), mestre em Genética e Toxicologia Aplicada, proprietário da Clínica Levestar e do Instituto Idevi – Instituto de Ensino e Pesquisa em Saúde. Contato: [email protected]



As colunas de opinião são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do SERRANOSSA.



 




Leia a Edição
IMPRESSA


Edição 815
18/06/2021 00:05:36
Edições Anteriores

Curta o SERRANOSSA