• Vinícola Garibaldi
  • Naturepet Pharma
  • Ótica Debianchi Lente em Dobro
  • Envase

Corsan oferece nova oportunidade para a regularização de dívidas

  • Debianchi
  • Vinícola Garibaldi
  • Posto Ravanello
  • Envase
  • Naturepet Pharma

Podem aderir à iniciativa clientes das categorias residencial, comercial e industrial

A campanha de incentivo à quitação de débitos acontecerá entre 11 e 15 de março para os consumidores dos 317 municípios atendidos pela Companhia Rio-grandense de Saneamento (Corsan). O programa tem o objetivo de facilitar a regularização de dívidas de consumo dos serviços de água e esgoto com descontos que chegam a 50% do valor original de faturas vencidas ou a até 100% dos juros e/ou multas aplicados, além de condições especiais de parcelamento em até 60 vezes, sem entrada.

Podem aderir à iniciativa clientes das categorias residencial, comercial e industrial – exceto imóveis públicos – com dívidas pendentes há mais de 120 dias. Os pagamentos poderão ser feitos à vista, por código de barras ou pix, em parcelas incorporadas nas faturas mensais de consumo subsequentes ou mesmo pelo cartão de crédito, em até 12 vezes.

Para participar, os consumidores interessados devem procurar a Unidade de Saneamento Corsan em seu município.

Critérios para descontos e parcelamento:

Faturas vencidas entre 120 dias e três anos:

• Desconto de 100% sobre os valores referentes a multa e juros para pagamento à vista;

• Desconto de 50% sobre os valores de multa e juros no parcelamento e isenção total de juros futuros.

Faturas vencidas há mais de três anos:

• Isenção total de multa e juros e desconto de 50% sobre o valor total da dívida (pagamento à vista);

• Desconto de 50% sobre os valores de multa e juros no parcelamento e isenção total de juros futuros.

Parcelamento:

Até 60 parcelas, sem entrada.

1ª edição

Na primeira edição do programa, em outubro do ano passado, foram 30 mil faturas negociadas para quitação com desconto ou pagamento em condições especiais. Um total de 1.957 faturas com mais de três anos foram pagas à vista, gerando 50% de desconto sobre o valor em atraso, o que resultou em R$ 100 mil de economia para os consumidores. Já os casos de parcelamento chegaram a 5,6 mil.