• Vinícola Garibaldi

Desvio de doações de cidade gaúcha para fins eleitoreiros é alvo de investigação

  • Vinícola Garibaldi

Na última semana, uma carreta transportando donativos de outro Estado foi descarregada em um depósito que não é um ponto de coleta oficial, segundo o MPRS

Desvio de doações de cidade gaúcha para fins eleitoreiros é alvo de investigação
Foto: MPRS

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Rio Grande do Sul (GAECO/MPRS) investiga desvio de doações em uma ONG do município de Cachoeirinha. A medida ocorre depois que a instituição realizou, no domingo passado, dia 19 de maio, uma operação para cumprir mandados de busca e apreensão em um depósito na cidade.

No momento, documentos, celulares e mídias estão sendo analisados, além de outros procedimentos adotados contra a ação criminosa motivada para fins políticos. Três suspeitos são alvo do MPRS e a apuração é realizada depois que o GAECO recebeu uma denúncia sobre a irregularidade: dois dias antes da ação, uma carreta transportando donativos de outro Estado foi descarregada em um depósito que não é um ponto de coleta oficial.

Após uma apuração inicial do Núcleo de Inteligência do MPRS (NIMP), foi obtida autorização judicial e montada a operação. Foram detectados fortes indicativos da apropriação indevida pelos suspeitos, que têm envolvimento com a política no município.

O trabalho é coordenado pelos promotores de Justiça do GAECO André Dal Molin, coordenador do grupo, e Maristela Schneider, responsável pelo Núcleo Regional – Metropolitana.