• Vinícola Garibaldi

DNIT acelera trabalhos na BR-470, entre Bento Gonçalves e Veranópolis

  • Vinícola Garibaldi
DNIT acelera trabalhos na BR-470, entre Bento Gonçalves e Veranópolis
Foto: DNIT/Divulgação

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) tem trabalha dia e noite na recuperação do trecho da BR-470 na Serra das Antas, entre Bento Gonçalves e Veranópolis. Em 1º de maio, dezenas de deslizamentos de terra destruíram trechos da rodovia, além de matar ao menos sete pessoas.

Segundo o DNIT, agora, nos trechos são realizados serviços de imprimação, regularização do prolongamento do berço da galeria, remoção de pavimento, regularização de talude, execução de canaleta e preparação para início do macadame.

No dia 11 de maio, o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Fabricio Galvão, visitou a BR-470 e constatou seu estado de destruição. Um dos desmoronamentos, próximo à Ponte Ernesto Dornelles (Ponte dos Arcos), matou quatro pessoas que estavam em um restaurante.

“Aqui ficava a rodovia que não existe mais. Presenciamos o tamanho do impacto desse evento climático no Rio Grande do Sul e o tamanho do nosso desafio. Queremos reiterar que o DNIT continuará trabalhando exaustivamente na reconstrução das rodovias federais no estado”, afirmou o diretor-geral.

O ministro dos Transportes, Renan Filho, também visitou o local.

Segundo informações, dependendo do andamento das obras na rodovia, o trânsito poderá ser liberado ainda neste mês de junho para veículos leve, em horários limitados (como início da manhã e final da tarde).

Atualmente, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realiza bloqueio no km 200 da rodovia, em Bento Gonçalves, evitando o trânsito da comunidade para não prejudicar os trabalhos do DNIT.