• Vinícola Garibaldi

Em meio a crises do Plano Diretor, vereador Zanella pede licença não remunerada de 31 dias

  • Vinícola Garibaldi

O parlamentar ficará afastado dos dias 14 de setembro a 14 de outubro

Registro do vereador Anderson Zanella na Sessão Ordinária do dia 05/09. Foto: Câmara Bento

A Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves aprovou, por unanimidade, na sessão ordinária desta segunda-feira, 12/09, uma licença não remunerada para o vereador Anderson Zanella, do PP, por 31 dias. O requerimento 17/2022, que solicita a licença, destaca que esse tempo se dará de 14 de setembro, próxima quarta-feira, até 14 de outubro.

De acordo com artigo 23 do regimento interno da Câmara, os vereadores podem se licenciar desde que sigam algumas regras como o não recebimento de salário, que o período não seja inferior a 30 dias e nem superior a 120 dias, não podendo, em qualquer caso, reassumir o exercício do mandato antes do término do prazo assinalado para a licença.

Da tribuna, Zanella explicou que o afastamento se deve pelo fato que irá se dedicar à Campanha Eleitoral de 2022. Ele não é candidato a nenhum cargo público, porém, já declarou apoio a candidatos do Progressistas.

“Tenho um compromisso com a minha cidade, tenho um compromisso com o meu eleitor, tenho um compromisso com o que acredito ser o melhor para o Rio Grande, com o que acredito ser o melhor para o meu país e dedicarei este tempo longe destas funções [na Câmara] por assim entender que o voto nesta casa, o trabalho desta casa independe do rumo político, ora que escolhemos na vida pública. Então, me dedicarei única e exclusivamente ao pleito eleitoral que se avizinha pelos próximos dias por entender, assim, estar fazendo a minha a parcela, a minha parte dentro desta construção política por um Estado melhor, por um Brasil cada vez melhor”, disse.

A saída de cena de Zanella acontece durante um dos momentos mais polêmicos da discussão de revisão do Plano Diretor de Bento, projetos de lei complementar 10 e 12/2022, que teve sua primeira Audiência Pública realizada no dia 08/09, no 8 da Graciema. Presidente da Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento e Bem-estar Social (CID), Zanella anunciou, no sábado, 10/09, o cancelamento das outras duas audiências que estavam planejadas (12 e 15/09) para acontecerem. Em entrevista ao SERRANOSSA, o vereador explicou que o tom agressivo e fora de controle do encontro levaram a Comissão a tomar a decisão. Novas datas serão informadas em momento oportuno. Vice-presidente da CID, o vereador Duda Pompermayer (União) assume os trabalhos a partir do dia 14. Na reunião de comissões desta terça, 13/09, Zanella ainda presidirá o grupo.

Na sexta-feira, 09/09, um grupo de entidades participantes do Conselho Municipal de Planejamento Urbano (Complan) emitiu um manifesto solicitando a retirada dos projetos de pauta.

Quem assume?

Quem assume a vaga de Zanella a partir de 14 de setembro é o 3º suplente do PP, Luiz Gromowski. O servidor público aposentado tem 61 anos, é natural de Cotiporã e fez 841 votos nas Eleições de 2020, somando 1,35% dos votos válidos. Ele já havia sido candidato a vereador em 2016, 2012 e 2004, mas nunca foi eleito.