• Vinícola Garibaldi

Empresas do RS são alvo de operação por fraude no pagamento de impostos

  • Vinícola Garibaldi

São apurados indícios de omissões de saídas na venda sem documento fiscal ou com notas fiscais subfaturadas

Foto: Divulgação Sefaz-Receita Estadual

Com o objetivo de reprimir fraude fiscal no pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), a Receita Estadual do rio Grande do Sul deflagrou, nesta quarta-feira, 03/04, a Operação Lavata III. Os alvos foram duas empresas que atuam no ramo de fabricação de produtos químicos localizadas na região do Vale do Taquari.

São apurados indícios de omissões de saídas na venda sem documento fiscal ou com notas fiscais subfaturadas, verificados por meio de recorrentes autuações em trânsito. A ação ostensiva do fisco gaúcho conta com a participação de 14 auditores-fiscais e três técnicos tributários, além de apoio da Brigada Militar (BM).

A operação tem como propósito busca e apreensão de provas e documentos e é coordenada pelo Grupo Especializado Setorial de Polímeros (GES Polímeros), localizado na Delegacia da Receita Estadual em Canoas (2ª DRE), com o apoio da Seção de Informática Forense (SIF) e da Divisão de Fiscalização (DF).

Por meio desse tipo de ação, a Receita Estadual pontua que vem intensificando sua atuação em diversos ramos da economia, buscando recuperar valores devidos aos cofres públicos, combater a sonegação e coibir a concorrência desleal entre as empresas.