• Vinícola Garibaldi
  • Ótica Debianchi Lente em Dobro
  • Naturepet Pharma
  • Envase

Ex-padrasto é preso suspeito de estuprar e transmitir HIV para a enteada de 8 anos em Goiânia

  • Vinícola Garibaldi
  • Envase
  • Posto Ravanello
  • Naturepet Pharma
  • Debianchi

A investigação apontou que o ex-padrasto se aproveitava dos momentos em que a mãe não estava em casa para cometer os abusos

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um ex-padrasto foi preso na terça-feira, 28/03, por suspeita de estuprar e transmitir o vírus HIV para a enteada de 8 anos. O caso ocorreu em Guapó, na Região Metropolitana de Goiânia.

Os abusos aconteceram ano passado e foram percebidos pelo colégio onde a criança estudava. A investigação começou assim que o Conselho Tutelar repassou o caso para a Polícia Civil. Na época, a mãe soube dos estupros e se separou do homem, período em que também conseguiu uma medida protetiva contra o ex-companheiro.

Em depoimento, o suspeito, de 36 anos, negou os estupros. O delegado responsável pelo caso, André Veloso, disse que o suspeito admitiu que tem HIV, mas que a transmissão da doença pode ter sido feita pela mãe, entretanto, o exame da mãe deu negativo.

A investigação apontou que o ex-padrasto se aproveitava dos momentos em que a mãe não estava em casa para cometer os abusos e ameaçava a criança de morte caso ela contasse para alguém.

Exames

Os exames feitos neste ano pelo Instituto Médico Legal (IML) comprovaram que a criança foi estuprada. Outro exame de sangue comprovou a contaminação pelo vírus da Aids.

Ao final da investigação, ele pode ser indiciado por estupro de vulnerável e lesão corporal gravíssima, por transmitir a doença para a menina de forma intencional.