• Vinícola Garibaldi

Ex-vereador de Veranópolis que atirou em caminhoneiro vira réu

  • Posto Ravanello
  • Vinícola Garibaldi

A Justiça do Rio Grande do Sul aceitou a denúncia do Ministério Público (MP) por tentativa de homicídio contra o ex-vereador Aristeu André Caron

Foto: Câmara de Vereadores de Veranópolis/Divulgação

A Justiça do Rio Grande do Sul aceitou a denúncia do Ministério Público (MP) por tentativa de homicídio contra o ex-vereador da cidade de Veranópolis, Aristeu André Caron. Com isso, ele se tornou réu por ter baleado um caminhoneiro no rosto com uma arma de fogo. A defesa de Caron disse que “já se manifestou nos autos processuais, a fim de demonstrar a inocência do réu”.

Conforme o judiciário gaúcho, Caron já foi citado no processo e é aguardado o agendamento da audiência de instrução, quando defesa e acusação vão apresentar provas e argumentos ao juiz responsável pelo julgamento. É o momento em que testemunhas serão ouvidas e haverá debates para esclarecer os fatos e subsidiar a decisão final do juiz.

O crime aconteceu no dia 20 de setembro, quando um caminhoneiro fazia a entrega de uma carga de frutas em uma distribuidora de propriedade do vereador.

Segundo a Polícia Civil, o político atirou contra o rosto do caminhoneiro, jogou a arma fora e se entregou para uma equipe da Brigada Militar (BM) que atendia o caso. O motivo da desavença teria sido extorsão. A Polícia Civil afirma que a vítima exigia do parlamentar valores superiores ao combinado pela entrega.

Caron foi preso em flagrante e teve a prisão convertida em preventiva pela Justiça pouco tempo depois. Ele responde pelo crime em liberdade. O alvo do tiro chegou a ser internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de um hospital em Caxias do Sul e recebeu alta após duas semanas de tratamento. Em 7 de outubro, ele foi para casa. Segundo a advogada, ele apresenta sequelas, como a falta de movimento em um dos braços. Em novembro, o Ministério Público denunciou Caron por tentativa de homicídio.

Caron renunciou ao cargo de vereador no dia 04 de dezembro.

*Com informações de g1 RS