• Vinícola Garibaldi

Fins de tarde ganham novo significado no Ristorante Dolce Italia

  • Vinícola Garibaldi

Aos finais de semana, espaço terá happy hour com a oferta do melhor da enogastronomia no terraço da vinícola Cave do Sol

Nesta época do ano, os dias mais longos são um convite para fazer dos finais de tarde uma programação especial. E se essas horas de lazer forem aproveitadas no Vale dos Vinhedos, então, o programa ganha um novo significado.

O Ristorante Dolce Italia, vinculado à Escola de Gastronomia da UCS, passa a incorporar um novo atrativo aos finais de semana.

Agora, os cenários da vinícola Cave do Sol, onde o restaurante opera, servirão de palco para descontraídos happy hours no terraço, às sextas e aos sábados e domingos – com algumas exceções –, sempre a partir das 16h. A programação ao cair da tarde promete mexer com as sensações a partir da oferta de comidinhas especiais do restaurante, regadas pela variada carta de vinhos e espumantes da Cave do Sol e com a paisagem deslumbrante do pôr do sol sobre os vinhedos.

Uma oferta e tanto para provocar novas experiências ao paladar em meio a um cenário que encanta a visão pela beleza, acaricia a audição com o canto dos pássaros, exala perfumes sazonais e estimula o tato pela convivência social. Neste final de semana, o Happy Hour Dolce Italia será realizado antes e após o Natal nos Vinhedos.

Entre os quitutes oferecidos, antecipa o diretor da Escola de Gastronomia da UCS, Mauro Cingolani, o público encontrará tábuas de frios, burrata, pizza, bruschetta, escondidinho de bacalhau, saladas, entre outros.

Restaurante destaca gastronomia italiana
Cingolani, um italiano da região do Piemonte que está há 20 anos no Brasil, também é responsável pelo Ristorante Dolce Italia. O espaço inaugurado neste ano em Bento Gonçalves prioriza a gastronomia italiana contemporânea e oferece à clientela dois tipos de menu.

Professor Mauro Cingolani, diretor da Escola de Gastronomia da UCS-ICIF em Flores da Cunha e responsável pelo Ristorante Dolce Italia (Cave do Sol – Vale dos Vinhedos; e Flores da Cunha). Foto: Divulgação UCS.

No Sugestão do Chef, o cardápio contempla entrada, prato principal e sobremesa. Já no menu Dolce Italia, o cliente pode montar seu cardápio com até quatro pratos, a partir de três diferentes opções de entrada, de primeiro prato, de segundo prato e de sobremesa. Entre as delícias, pratos como ravióli de ricota e espinafre ao molho pesto de agrião, como primeiro prato, e filé de salmão com paçoca de pinhão, como segundo prato.

A culinária de padrão internacional é, certamente, um dos principais motivos que levam os amantes da gastronomia ao restaurante. Mas Cingolani também destaca outros atrativos da casa. “Além do know-how da Escola de Gastronomia, um dos destaques é a localização do restaurante, temos o privilégio de estar no Vale dos Vinhedos. E também temos o charme de estar numa vinícola e o charme da vista e da paisagem”, diz o chef e professor da UCS. Nesse sentido, a vinícola também é um atrativo. “São vários. Além das harmonizações e de experiências como yoga, há diversas obras de arte espalhadas pela vinícola”, comenta Cingolani.