• Ótica Debianchi Lente em Dobro
  • Envase
  • Naturepet Pharma
  • Vinícola Garibaldi

Frei nascido em Farroupilha morre em acidente de trânsito no Paraná

  • Posto Ravanello
  • Vinícola Garibaldi
  • Envase
  • Debianchi
  • Naturepet Pharma

Frei Nilso Antônio Cignachi, de 72 anos, era vigário paroquial em Guaraniaçu, no oeste paranaense

Frei Nilso Antônio Cignachi, de 72 anos, era vigário paroquial em Guaraniaçu, no oeste paranaense.
Imagem: Frades Franciscanos Conventuais/Reprodução

Frei Nilso Antônio Cignachi, de 72 anos, faleceu em um acidente de trânsito na noite da última sexta-feira, dia 8 de março, no km 512 da BR-277, em Guaraniaçu, no Paraná. Natural de Farroupilha, o frade franciscano era vigário paroquial no município do oeste paranaense, que faz parte da Arquidiocese de Cascavel.

Segundo informações do portal Bem Paraná, o acidente ocorreu quando Frei Nilso, que dirigia um Volkswagen Gol, tentou atravessar a rodovia para acessar a capela Nossa Senhora do Rocio e foi atingido por um caminhão que trafegava no sentido contrário. O veículo capotou em seguida. Outro sacerdote, identificado como Frei Ismael Stangherlin, de 78 anos, também estava no carro. Frei Nilso faleceu no local, enquanto Frei Ismael foi levado em estado grave ao hospital de Cascavel.

Caminhada de fé

De acordo com a biografia fornecida pela Arquidiocese de Cascavel, Frei Nilso nasceu em 9 de abril de 1951, em Farroupilha, filho de Albino Sabino Cignachi e Adelina Braganhol Cignachi. Em 15 de fevereiro de 1966, ingressou no Seminário Nossa Senhora de Lourdes, em Caxias do Sul, e fez seus primeiros votos em 15 de fevereiro de 1977 na Igreja São Benedito, em Caçapava (SP). A ordenação sacerdotal ocorreu em 8 de dezembro de 1983, na igreja Senhor do Bonfim, em Santo André (SP). Pertencia à Ordem dos Frades Menores Conventuais Franciscanos, sendo licenciado em Filosofia e Bacharel em Teologia.

Conforme a Rádio Spaço, nos últimos seis anos, Frei Nilso celebrou missas na Paróquia Nossa Senhora de Fátima de Guaraniaçu, município com 13 mil habitantes. Ele se tornou uma figura querida e respeitada na comunidade local. A arquidiocese decretou luto oficial pela morte do frade. O sepultamento será na manhã deste domingo, dia 10 de março, no Cemitério da Saudade, em Cascavel.