Governo autoriza reajuste de até 5,6% no preço dos medicamentos em 2023

Aumento é calculado pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), órgão ligado à Anvisa

Foto: Agência Brasil/Divulgação

O governo federal autorizou, nesta sexta-feira, 31/03, o aumento máximo de 5,6% no preço dos medicamentos do Brasil. Os reajustes podem ser aplicados já a partir desta sexta-feira. A autorização foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

Calculado pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), órgão ligado à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o índice de reajuste anual de preços de medicamentos se baseia em uma fórmula cujo principal fator é o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado em 12 meses até fevereiro de cada ano.

O sindicato que representa a indústria farmacêutica afirmou esta semana que o índice de reajuste reporia as perdas com a inflação e os aumentos de custos de produção. A entidade justificou que o último ano foi bastante atípico para a indústria farmacêutica.