Grande quantidade de droga é apreendida pela Polícia Civil no RS

Foram apreendidos 46 sacos do entorpecente do tipo “camarão”; um dos presos estava em liberdade há 20 dias do sistema prisional

Grande quantidade de droga é apreendida pela Polícia Civil no RS
Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil, por meio da 4ª Delegacia de Investigações do Narcotráfico/Denarc, na tarde de sábado, 06/07, apreendeu grande quantidade de maconha tipo camarão na cidade de Cachoeirinha. Três pessoas foram presas em flagrante, sendo dois homens uma mulher.

A ação resultou na apreensão de 46 sacos de maconha tipo camarão, com o peso total aproximado de 19 quilos, um veículo apreendido, o qual estava sendo utilizado para transportar o entorpecente, quatro aparelhos celulares e um caderno utilizado para anotações do tráfico.

Segundo a Delegada Ana Flávia Leite, a investigação iniciou após informações de uma residência estar sendo utilizada para armazenar maconha do tipo camarão, entorpecente que não é prensado, a folha não é triturada e não sendo adicionados outros compostos no entorpecente. De posse das informações a equipe investigativa deslocou até o bairro Monte Carlo, em Cachoeirinha, para identificar a residência e confirmar as informações repassadas.

Um dos homens presos, de 21 anos, estava em liberdade há 20 dias do sistema prisional e estava respondendo pelo crime de tráfico de entorpecentes, sendo preso novamente pelo mesmo crime.

A Delegada Ana Flávia Leite destacou que a maconha do tipo camarão possui alto grau de THC, princípio ativo presente na maconha e que é um dos responsáveis por causar o efeito entorpecente da droga, possuindo um valor elevado de mercado. “A maconha camarão é a própria flor, então, ela é muito mais pura e, com isso, o grau de THC dela é muito maior que a maconha prensada”, completou a Delegada.