• Vinícola Garibaldi
  • Debianchi
  • Tacchini
  • Envase
  • Posto Ravanello
  • Naturepet Pharma

Greve no Ibama deixa 30 mil carros importados à espera de licença ambiental

  • Vinícola Garibaldi
  • Tacchini
  • Envase
  • Naturepet Pharma

Os funcionários do Ibama reivindicam novo plano de carreira, aumento de salário e melhores condições de trabalho para o setor

Foto: Divulgação/Nissan

A greve deflagrada por funcionários do Ibama tem afetado diretamente o setor de veículos importados no Brasil. O órgão emite licenças ambientais que atestam enquadramento dos carros nos padrões ambientais exigidos pela legislação e está com atividades paralisadas desde janeiro. Com três meses acumulados de espera para liberação dos documentos, o estoque de modelos parados nos pátios já soma pelo menos 30 mil unidades.

O problema atinge em especial montadoras que não possuem fábrica no Brasil, como GWM e BYD, que trazem carros elétricos e híbridos da China. Além disso, afeta fabricantes instaladas nacionalmente e que ainda assim trazem veículos de fora, como Stellantis, Volkswagen, Nissan e Toyota, que importam principalmente da Argentina.

Greve desde janeiro

Paralisados desde janeiro, os funcionários do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) reivindicam novo plano de carreira, aumento de salário e melhores condições de trabalho para o setor. Cerca de 90% dos trabalhadores de campo aderiram à mobilização e os demais agora se concentram apenas nas atividades burocráticas internas.

A categoria alega que espera valorização do novo governo, especialmente depois dos problemas enfrentados na gestão passada. Na última semana, proposta foi apresentada pela ministra da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck. As negociações seguem em curso.

Fonte: Uol