• Envase
  • Posto Ravanello
  • Naturepet Pharma
  • Vinícola Garibaldi
  • Debianchi
  • Tacchini

Homem que matou companheira grávida no RS é condenado a 23 anos de prisão

  • Tacchini
  • Vinícola Garibaldi
  • Naturepet Pharma
  • Envase

A vítima Raquel Soares de Oliveira, que estava grávida de aproximadamente 16 semanas, foi morta na frente dos filhos

Foto: Redes sociais

O Tribunal do Júri da Comarca de Soledade condenou, na terça-feira, 05/03, um homem acusado de matar a companheira a golpes de faca, em julho de 2021. O feminicídio teria sido motivado porque o réu não aceitava o fim do relacionamento amoroso. A vítima Raquel Soares de Oliveira, que estava grávida de aproximadamente 16 semanas, foi morta na frente dos filhos.

Adriano Pinheiro dos Santos foi condenado pelos crimes de feminicídio e aborto, sendo a pena fixada em 23 anos e 4 meses de reclusão em regime fechado. Ele não poderá apelar da decisão em liberdade.

O julgamento foi presidido pelo Juiz de Direito José Pedro Guimarães e realizado no Salão do Júri da Comarca.

O caso aconteceu na noite de 23 de julho de 2021, no bairro Botucaraí. O réu invadiu a casa da mãe de Raquel e esfaqueou a jovem na frente das crianças. Ele fugiu do local. O laudo pericial apontou que a causa da morte foi hemorragia aguda grave por ferimento transfixante da traqueia, vasos cervicais e torácicos.

Fonte: TJRS