• Vinícola Garibaldi

Jair Bolsonaro convoca apoiadores para manifestação

  • Posto Ravanello
  • Vinícola Garibaldi

O ex-presidente quer usar a ocasião para se defender, em meio às investigações da Polícia Federal (PF)

Foto: Divulgação/PR

Em um vídeo publicado nas redes sociais na segunda-feira, 12/02, o ex-presidente Jair Bolsonaro convocou um ato para o próximo dia 25 de fevereiro na Avenida Paulista, em São Paulo, com o argumento de que quer usar a ocasião para se defender, em meio às investigações da Polícia Federal (PF). O assessor e advogado do ex-presidente, Fabio Wajngarten, confirmou a realização do evento.

Bolsonaro foi um dos alvos da operação Tempus Veritatis na última semana e precisou entregar seu passaporte às autoridades. A PF apura a participação do ex-presidente em uma articulação para dar um golpe de Estado, impedindo as eleições de 2022 ou a posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Confira o vídeo

A revelação de uma reunião em que o ex-presidente fala em “reagir” antes das eleições e as conversas de aliados sobre uma possibilidade de ruptura aproximaram as investigações do ex-chefe do Executivo. A PF também apura outros casos envolvendo o ex-presidente e seu entorno, como a suposta venda de joias que pertenceriam a União, a criação de uma Abin paralela no governo, a falsificação de dados de cartões de vacinação e a operação de milícias digitais.

No vídeo, Bolsonaro argumenta que o ato será “pacífico” e pede que seus apoiadores evitem levar faixas “contra quem quer que seja”. Em atos anteriores convocados pelo ex-presidente, tornou-se comum o surgimento de faixas pedindo intervenção federal e atacando ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

O ex-presidente afirma que, no evento, quer se defender “de todas as acusações que têm sido imputadas” a ele. “Mais do que discursos, uma fotografia de todos vocês, pois vocês são as pessoas mais importantes desse evento. Para mostrar para o Brasil e para o mundo a nossa união, as nossas preocupações, o que nós queremos”, disse o presidente.