• Vinícola Garibaldi

Mais de 170 residências seguem interditadas em Bento após deslizamentos

  • Vinícola Garibaldi

O Núcleo de Riscos Geológicos de Bento Gonçalves segue realizando análises nas áreas afetadas por deslizamentos

Mais de 170 residências seguem interditadas em Bento após deslizamentos
Fotos: Prefeitura Bento

O Núcleo de Riscos Geológicos (NRG) de Bento Gonçalves segue com o trabalho de análise das áreas de risco após os deslizamentos de terra do dia 1º de maio. Além das estradas e acessos, foram realizados o cadastro de 309 famílias do interior para verificação das residências. Os profissionais executam o relatório de cada localidade. 

Na terça-feira, 04/06, em uma reunião, na Prefeitura, foi apresentada a primeira nota técnica com informações sobre as residências. Conforme o documento, 138 famílias já podem retornar para casa. Elas estão sendo comunicadas e orientadas pela Defesa Civil sobre o monitoramento necessário. As outras 171 permanecem em análise. 

Estiveram presentes os secretários de Governo, Márcio Possamai, de Segurança, tenente-coronel Paulo César de Carvalho, de Esportes e Desenvolvimento Social, Wagner Dalla Valle, a diretora do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPURB), Melissa Bertoletti, o geólogo Lucas Rafael Noremberg, o coordenador da Defesa Civil de São João Batista, Kleber de Moura, a diretora de Habitação e Assistência Social, Gabriela Demeda, e Guarda Civil Municipal (GCM).

Mais de 170 residências seguem interditadas em Bento após deslizamentos

O geólogo destaca que as famílias serão procuradas pelos profissionais. “É um trabalho que exige análise in loco dos profissionais e uma verificação criteriosa da área. Por isso, solicitamos que as famílias aguardem o contato das equipes”, disse.

O secretário de Governo ressalta que “estamos avançando neste trabalho de análise e segurança para as famílias retornarem para suas casas, e será posteriormente executado o plano de monitoramento e treinamento”, disse. 

Quem ainda não realizou o cadastro da área pode procurar diretamente o IPURB, no Complexo Administrativo, 190, sala 02, Cidade Alta, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. 

Informações podem ser solicitadas pelo telefone da Defesa Civil (54) 99129-0602. É válido ressaltar que a prefeitura não solicita, por telefone, informações bancárias, pagamentos ou documentos.