• Debianchi
  • Envase
  • Vinícola Garibaldi
  • Naturepet Pharma
  • Posto Ravanello

Médico preso por tentativa de homicídio deixa penitenciária de Bento

  • Envase
  • Vinícola Garibaldi
  • Naturepet Pharma
  • Ótica Debianchi Lente em Dobro

O advogado Vinicius Boniatti, representante legal do médico Luiz Fernando Martinez Pereira, destacou que a defesa se manifestará em juízo sobre os detalhes dos fatos e das provas do processo

Médico é preso em flagrante por tentativa de homicídio em Bento Gonçalves.
Imagem: Reprodução/Redes Sociais

Na tarde desta sexta-feira, 29 de março, o médico Luiz Fernando Martinez Pereira, de 56 anos, foi liberado da Penitenciária Estadual de Bento Gonçalves, onde estava detido desde que foi preso em flagrante por tentativa de homicídio contra um jovem de 24 anos na Avenida Planalto, em Bento Gonçalves.

Segundo o advogado Vinicius Boniatti, responsável pela defesa do médico, a liberação ocorreu mediante a condição de que Luiz Fernando não saia da Comarca de Bento Gonçalves, informe seu endereço de residência e compareça a todos os compromissos solicitados pela justiça.

Boniatti informou que a audiência de custódia de seu cliente foi agendada para segunda-feira, 1° de abril. Essa audiência tem como objetivo verificar se o preso sofreu algum tipo de agressão por parte das autoridades e se seus direitos legais foram respeitados, incluindo o direito de comunicar um familiar sobre a prisão e o direito a um advogado. Ao mesmo tempo, o advogado destacou que a defesa se manifestará em juízo sobre os detalhes dos fatos e das provas do processo.

A prisão

Como o delegado plantonista entendeu pela prisão em flagrante, não foi arbitrada fiança. Após o procedimento policial, Luiz Fernando foi encaminhado à Penitenciária Estadual de Bento Gonçalves. A defesa solicitou a liberdade provisória ou a aplicação de medidas cautelares em substituição à prisão preventiva, conforme o artigo 319 do Código de Processo Penal, pedido este que foi apoiado pelo Ministério Público. O juiz plantonista, atuando como juiz de plantão de Farroupilha, concedeu medidas cautelares substituindo a prisão preventiva.

Relembre o caso