• Vinícola Garibaldi

Mulher afirma que matou homem após ter sido abusada sexualmente no RS

  • Vinícola Garibaldi

De acordo com o delegado, a polícia aguarda o resultado da perícia realizada no corpo do homem, dos exames feitos no corpo da mulher e no local

Uma mulher, de 39 anos, confessou à Polícia Civil ter matado um homem em Igrejinha, na Região Metropolitana de Porto Alegre, na terça-feira, 30/01. Em depoimento, ela afirmou ter sido violentada sexualmente pelo homem e disse ter agido em legítima defesa. Ela foi liberada após o interrogatório. A polícia investiga o caso.

De acordo com o delegado regional Gustavo Barcellos, a polícia aguarda o resultado da perícia realizada no corpo do homem, dos exames feitos no corpo da mulher e no local.

No momento do depoimento, a mulher apresentava lesões condizentes com a versão, como sangramento na região genital e arranhões nos braços, de acordo com a Polícia Civil. Os nomes das pessoas envolvidas não foram divulgados pelas autoridades.

A ocorrência foi atendida pela Brigada Militar (BM) após uma denúncia anônima na noite de terça-feira, 30/01. De acordo com o relato à BM, a mulher foi vista colocando um saco plástico na cabeça do homem, para asfixiá-lo, fato que ela teria confessado no depoimento. A mulher ainda afirmou ter agredido o homem com um pedaço de pau.

O corpo dele foi encontrado em uma cama. A mulher alega que eles eram amigos, mas não tinham envolvimento amoroso.

Fonte: g1 RS