• Vinícola Garibaldi

Mulher morre após ser baleada durante abordagem da Brigada Militar em bar no RS

  • Vinícola Garibaldi
  • Posto Ravanello

Ela foi identificada como Sabrina de Oliveira Moreira, de 27 anos

Mulher morre após ser baleada durante abordagem da Brigada Militar em bar no RS
Foto: Redes sociais

Uma mulher morreu após ser baleada durante uma abordagem da Brigada Militar (BM) em um bar na Zona Norte de Porto Alegre, na madrugada deste sábado, 13/04. Ela foi identificada como Sabrina de Oliveira Moreira, de 27 anos.

Conforme registros, o 20º BPM foi acionado, via 190, para atender a um chamado de disparo de arma de fogo. Cerca de 15 pessoas estavam no estabelecimento, localizado no bairro Mario Quintana.

Segundo os policiais, dois homens e uma mulher teriam oferecido resistência a abordagem e investiram contra a guarnição. Em depoimento à Polícia Civil, os PMs afirmaram que Sabrina tentou segurar a arma das mãos de um deles, momento em que teria ocorrido o disparo.

Em relato à RBS TV, um familiar da vítima alegou que estava acontecendo uma briga e que Sabrina teria tentado apartar. Neste momento, um policial teria dado um tiro à queima-roupa.

Sabrina chegou a ser socorrida e levada para o Hospital Cristo Redentor, mas não resistiu aos ferimentos. Ela deixa três filhos e não tinha antecedentes criminais.

De acordo com o delegado Leandro Bodoia, plantonista da Delegacia de Homicídios, os policiais militares foram liberados após prestar depoimento. Um Inquérito Policial Militar (IPM) foi aberto e vai vai apurar se houve negligência ou algum erro no procedimento da BM.

Nota da Brigada Militar

O Comando de Policiamento da Capital esclarece que policiais militares do 20º BPM foram acionados às 2 horas e 42 minutos deste sábado para atendimento de uma ocorrência policial com disparo de arma de fogo em um bar localizado no Bairro Mário Quintana. O fato resultou no óbito de uma mulher de 27 anos, que ainda foi socorrida pelos próprios policiais militares para o Hospital Cristo Redentor, onde veio a falecer. Ao tomar conhecimento dos fatos, o comando da Brigada Militar imediatamente iniciou as providências para a elucidação dos fatos e atos de Polícia Judiciária Militar.

A Corporação instaurou um Inquérito Policial Militar, que está a cargo do 20º BPM.

A Brigada Militar reafirma seu compromisso com a defesa dos direitos e garantias fundamentais, atuando diuturnamente em defesa da sociedade e na preservação da ordem pública.

Fonte: g1 RS