Camarote
31/01/2019 13:51:58, escrita por SERRANOSSA

Carnaval Retrô surge como novidade de 2019 em Garibaldi

A ideia de celebrar uma das datas mais fortes da cultura brasileira com a identidade garibaldense de preservação histórica e cultural fez surgir uma novidade para este ano: o Carnaval Retrô. O evento será realizado no dia 23 de fevereiro, uma semana antes da comemoração oficial, a partir das 17h, na Rua Buarque de Macedo e imediações.

O público acompanhará o Bloco do Bepi, que deseja reunir simpatizantes em clima festivo. Em movimento, o grupo tocará as tradicionais marchinhas de Carnaval. A concentração e saída do Bloco será no Banco Bradesco e o trajeto contemplará a centenária Rua Buarque de Macedo e suas imediações. O nome Bepi brinca com o apelido de Giuseppe em talian - dialeto que veio com os imigrantes italianos – além de lembrar a figura de Giuseppe Garibaldi, que dá nome à cidade, e de tantos Josés que fizeram história na cidade. O Bloco reforça que não será um desfile apenas para assistir, mas um convite para acompanhar e se divertir.

Depois, no palco que ficará no entrocamento da Rua Buarque com a Rua Borges de Medeiros, a Banda do Bloco do Bépi animará a noite com clássicos carnavalescos que misturam axé, samba e marchinhas. O encerramento do evento está marcado para as 23h.

Para o secretário de Turismo e Cultura, Paulo Salvi, o caráter familiar do evento deve ser destacado. “Nossa proposta é convidar garibaldenses e visitantes a participar de uma grande brincadeira. Um carnaval com pais e filhos, mesclando a identidade de Garibaldi e a força do Carnaval em um encontro diferenciado”.

O tema desta edição é “Tropeiros e Mascates”, lembrando o início da utilização da Rua Buarque de Macedo como base para o comércio da região. Para a presidente do Conselho de Políticas Culturais de Garibaldi (Concult), Rosana Marina, Garibaldi é uma cidade de memória e é ela que será o mote desse evento.

O Carnaval Retrô é uma promoção da Prefeitura Municipal de Garibaldi por meio da Secretaria de Turismo e Cultura. A organização fica a cargo de uma comissão e conta com o apoio da Escola de Música da Orquestra Municipal de Garibaldi, do bloco KGB Máfia, do Conselho de Políticas Culturais (Concult), da Associação Garibaldi Gastrô, do jornalista e cartunista Eliseu Demari, e do designer Renan Boeira.
 



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA