Economia
12/05/2012 11:09:51, escrita por SERRANOSSA

Encomex incentivou as exportações

Cerca de 1.300 empresários participaram do encontro na última quinta-feira

O Comércio Exterior esteve em foco na última quinta-feira, dia 29, quando empresários da Serra participaram das palestras, oficinas e rodadas de negócios do Encomex Empresarial. Especialistas em exportação, técnicos do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e profissionais de instituições parceiras atenderam a mais de 1.300 pessoas que estiveram, durante o dia, no parque de eventos Fundaparque.
 
Na abertura do evento, a secretária de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Tatiana Lacerda Prazeres, falou sobre a importância de incentivar o aumento das exportações das pequenas e médias empresas, que são o público-alvo do Encomex Empresarial. “Para quem ainda não inicou as vendas para o mercado externo, a busca de informações a respeito de comércio exterior é estimulada pelo governo federal, porque acreditamos no potencial das exportações para o crescimento das empresas de menor porte”.
 
Dos estados brasileiros, o Rio Grande do Sul é o que tem a segunda maior concentração de micro, pequenas e médias empresas, depois de São Paulo. Mesmo com a grande representatividade do segmento, o valor exportado ainda é pequeno. Em 2011, das mais de três mil empresas gaúchas que realizaram exportações, 76% eram micro, pequenas e médias, que venderam 7% do total estadual. No período, 93% das exportações do Rio Grande do Sul, em valor, foram feitas por grandes empresas.
 
A secretária Tatiana Lacerda Prazeres enfatizou, ainda, a importância do comércio exterior para a região: “O Estado do Rio Grande do Sul conhece a realidade da competição externa. É um estado que faz fronteira com dois países e que entende que está superada a idéia de que a competição externa é diferente da competição interna. A concorrência internacional já chegou a vários setores do nosso mercado e chegará também para aqueles que não se preocupam com a competitividade em termos globais”, disse
 
De janeiro a outubro deste ano, as empresas gaúchas exportaram US$ 15 bilhões, com destaque para as vendas de fumo (US$ 2,01 bilhões), soja em grão (US$ 1,98 bilhão), carnes (US$ 1,47 bilhão) e veículos e partes (US$ 1,06 bilhão). Os principais mercados de destino foram Ásia, América Latina e Caribe, e os países do Mercosul.
 
Durante a tarde, o público lotou as salas reservadas para as oficinas sobre temas relacionados à competitividade, inovação, design, ferramentas de apoio ao exportador, mecanismos de financiamento, logística, acordos comerciais, entre outros. 

Também foram realizadas rodadas de negócios com sete importadores, quinze empresas comerciais exportadoras (tradings) e 96 indústrias locais em cerca de trezentas reuniões. O evento contou com a presença de compradores internacionais da Colômbia, Peru, Bolívia,Venezuela e Costa Rica.

É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização expressa do Grupo SERRANOSSA.


Siga o SERRANOSSA!

Twitter: @SERRANOSSA

Facebook: Grupo SERRANOSSA


O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários publicados no portal.




Curta o SERRANOSSA