Economia
22/02/2013 09:53:17, escrita por SERRANOSSA

Bento tem 11 mil consumidores inadimplentes

Número é considerado alto pela CDL, responsável por controlar os registros no SPC/Serasa na cidade

Conforme dados da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Bento Gonçalves, existem hoje cerca de 22 mil registros de dívidas não pagas por pessoas físicas no município. Já o número de CPFs negativados chega ao total de 11 mil, o que gera uma média de dois registros por consumidor. Para o presidente da CDL, Marcos Rogério Carbone, as estatísticas são altas se for levado em consideração o número de habitantes da cidade.

Segundo Carbone, esse dado é referente somente aos estabelecimentos comerciais associados à entidade, o que pode tornar a estatística ainda mais preocupante. “No Brasil, o principal fomentador da inadimplência é o cartão de crédito, por ser de fácil aceitação e, ao mesmo tempo, ter altas taxas de juros”, comenta Carbone. De acordo com ele, isso se soma ao problema histórico da falta de planejamento financeiro dos brasileiros.

Após o vencimento, não há um prazo de tolerância para a dívida ser quitada para que a pessoa não tenha o nome negativado, isso fica a critério da empresa. Caso o pagamento não aconteça e a ocorrência seja registrada, cabe à CDL avisar o consumidor, por correspondência, sobre a ação.  Quando pago, o estabelecimento deve comunicar imediatamente a Câmara para dar baixa no registro. O prazo para que o CPF da pessoa seja retirado do banco de dados dos devedores é de cinco dias após o pagamento.

“Atualmente, todos os associados fazem o processo via internet, o que faz com que a baixa seja feita na hora”, afirma o presidente. A dívida nunca caduca, mas o registro sim. Após cinco anos, a contar da data do vencimento do débito, o prazo de negativação prescreve. De acordo com Carbone, a unidade de Bento da CDL, com 620 estabelecimentos associados, é a oitava base de dados no Estado.

Ele diz que de 2011 para 2012 houve um acréscimo de 4% no número de CPFs cadastrados entre os inadimplentes e 3,5% nos registros. Segundo o presidente, não há uma estimativa sobre a realidade de 2013, mas, levando-se em consideração a tendência de crescimento do uso de cartão de crédito, a CDL já trabalha na orientação de lojistas quanto às vendas a prazo. 


A parceria entre SPC e Serasa Experian

Em 2011 ocorreu uma parceria entre o maior departamento de crédito do país, o SPC Brasil, e o maior do mundo, a Serasa Experian. O acordo deu origem ao banco de dados mais abrangente na esfera nacional, proporcionando uma informação completa, tanto para pessoa física como para jurídica. Os associados, no momento da análise na concessão de crédito, podem realizar o procedimento com maior segurança, abrangência e relevância para todo o varejo. Com essa parceria, dívidas pendentes em estabelecimentos associados de todo o país podem ser consultadas pela base de dados. As informações do SPC podem ser consultadas pela Serasa e vice-versa, o que não ocorria antes.


Como saber

Para consultar a sua situação junto ao SPC/Serasa, o consumidor deve se dirigir à CDL portando Carteira de Identidade e CPF. A entidade fornecerá todos os dados relativos ao débito da pessoa independentemente da cidade onde a compra não paga tenha sido feita, o que inclui valor da dívida e data do registro. A CDL funciona na rua Marechal Deodoro, 139, salas 221/215 (Galeria Zanoni), no Centro, e atende pelo telefone 3455 0555


Reportagem: Elisa Rossi Kemmer


É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização expressa do Grupo SERRANOSSA.


Siga o SERRANOSSA!

Twitter: @SERRANOSSA

Facebook: Grupo SERRANOSSA


O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários publicados no portal.




Curta o SERRANOSSA