Economia
05/10/2019 13:54:26, escrita por SERRANOSSA

Levantamento revela que desde o início do ano foram abertas mais de 750 empresas em Bento Gonçalves

Após contabilizar a abertura de 1.367 novas empresas no ano passado, Bento Gonçalves segue se solidificando com uma das melhores cidades para se empreender no país. De acordo com dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, de 1º de janeiro a 8 de maio de 2019, o município já registrou a abertura de 770 novos empreendimentos. 

Destas novas empresas, 514 (66,75%) são do setor de prestação de serviços, 99 (12,86%) de comércio, 77 (10%), comércio com prestação de serviços, 57 (7,4%) autônomos, 12 (1,56%) indústria, cinco (0,65%), indústria e serviço, cinco (0,65%) agroindústrias, e uma (0,13%) associação.

Consequentemente, a instalação de novos negócios também gerou oportunidades de emprego. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgados pelo Observatório do Trabalho da Universidade de Caxias do Sul (UCS), até março deste ano, o saldo de novas vagas de trabalho formais criadas no município chegou a 881.

Conforme o secretário da pasta, Sílvio Bertolini Pasin, os números positivos na cidade também se devem a ações da Administração atual. “Nosso objetivo sempre foi desburocratizar o processo de abertura das empresas, e com isso, fomentar a instalação de novos empreendimentos no município. Ferramentas como a Lei de Incentivo ao Desenvolvimento Econômico e a Sala do Empreendedor, adotadas pela gestão, são muito importantes para este resultado”.  

A Sala do Empreendedor centraliza em um único espaço toda a tramitação necessária para o processo de formação de novos negócios. Com a implantação da Redesim, o registro de uma micro ou pequena empresa que durava 58 dias, passou a ser de sete a 15 dias, em média. Já a Lei do Incentivo ao Desenvolvimento Econômico (nº 6012/2015) prevê a isenção temporária de taxas e tributos para empresas já estabelecidas no município e que tenham projetos de ampliação, ou que optarem por se instalarem em Bento.

Novidade na Sala do Empreendedor
No local, o registro Digital das Empresas está em fase de teste e até agosto deverá estar totalmente implantado para uso de todos os contribuintes. “Isto servirá para dar agilidade aos processos, eliminação de fila de espera e não necessidade de fazer isto de forma presencial. Continuamos na busca pela excelência na nossa prestação de serviços”, ressalta Pasin. 

Reconhecimento 
Segundo levantamento da plataforma Connected Smart Cities, a Capital do Vinho está entre as 50 cidades mais empreendedoras do país, ocupando a 47ª posição do Ranking Setorial neste âmbito.

A pesquisa mapeou mais de 500 municípios e 700 projetos desenvolvidos pelos mesmos, com o objetivo de definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento do Brasil, através de indicadores que retratam inteligência, conexão e sustentabilidade.
 



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA