Economia
15/05/2020 15:25:05, escrita por Eduarda Bucco

Roteiros de Bento têm redução média de 65% no número de visitantes

O turismo está sendo um dos setores mais afetados pela pandemia do novo Coronavírus e o dado tem se refletido no número de visitantes registrado nos últimos meses. De acordo com a Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale), de Bento Gonçalves, a procura pelo roteiro turístico durante o mês de março caiu 64%, totalizando 11.466 pessoas. No mesmo período de 2019, o Vale dos Vinhedos recebeu 31.850 visitantes. A Aprovale representa 62 empresas, entre vinícolas, restaurantes, meios de hospedagem, agroindústrias, lojas de produtos diversos e agências de turismo. 

O mesmo cenário foi percebido no roteiro Caminhos de Pedra, localizado no distrito de São Pedro. Em março, a redução no número de visitantes foi de 69%, em comparação ao mesmo período do ano passado. Os dados são da Associação Caminhos de Pedra.  


Foto: Divulgação/Associação Caminhos de Pedra
 

Apesar de as estatísticas de abril ainda não terem sido finalizadas pelas instituições, estima-se que a queda siga a mesma tendência nos Caminhos de Pedra e que apresente redução ainda maior no Vale dos Vinhedos.  “Os meios de hospedagem praticamente não tiveram ocupação. As taxas giram próximas aos 5% levando em consideração os períodos em que as atividades eram permitidas: primeiros dias de março e últimos dias de abril”, afirma a coordenadora de Comunicação e Marketing da Aprovale, Naiára Martini. 

Entretanto, quem continua visitando Bento Gonçalves tem sido extremamente importante para a manutenção desses empreendimentos turísticos. 

De acordo com a consultora e ex-secretária de Turismo de Bento Gonçalves e Garibaldi, Ivane Fávero, a retomada do setor acontecerá de maneira “espiral”, saindo da globalização para a “glocalização” – valorização do que há no entorno. “Por isso o foco, nesse primeiro momento, é atingir seu cliente mais próximo”, afirma. 

Ivane ainda cita a importância dos estabelecimentos seguirem os “Quatro Ss”: Solidariedade; Segurança (física e sanitária); Hábitos Saudáveis (tanto em relação aos cardápios quanto às relações e às estruturas) e Sustentabilidade (ambiental, social e econômica). 

Visitantes locais

Tanto a Aprovale quanto a Associação Caminhos de Pedra afirmam não ser possível realizar uma pesquisa referente ao perfil dos visitantes no momento – devido à orientação de isolamento dos profissionais que costumam realizar esse trabalho. “De acordo com o que os estabelecimentos informam, a maioria dos visitantes nesse momento em que a atividade é retomada vem de outras cidades da Serra Gaúcha”, analisa Naiára. Nos Caminhos de Pedra, apesar de a maioria das pessoas ser de cidades próximas, também há visitantes da Região Metropolitana e de estados como Santa Catarina e Paraná, os quais vêm de carro ao município. 

A moradora de Estância Velha, Gabrielly Presser, relata que a pandemia do novo Coronavírus não a impediu de visitar um de seus roteiros preferidos em Bento, o Caminhos de Pedra. “Estive aí nos dois últimos finais de semana. Eu vou, pois eu amo a cidade e principalmente esses cantinhos. Não tenho críticas em relação aos cuidados contra o Coronavírus, está tudo sendo respeitado. Está tendo uma preocupação dos estabelecimentos e da maioria dos clientes”, afirma. 


Foto: Arquivo Pessoal
 

Assim como Gabrielly, outras dezenas de visitantes postaram, em suas redes sociais, fotografias em locais turísticos do município nesse Dia das Mães. Isso prova que, apesar de estar vivendo uma das situações mais delicadas da história, o turismo continua sendo sustentado pela adaptação e criatividade dos estabelecimentos e pela valorização da clientela. 




Curta o SERRANOSSA