Economia
07/03/2020 10:56:53, escrita por SERRANOSSA

Bento Gonçalves registrou 1,3 mil demissões em maio

Nesta semana o Observatório do Trabalho da Universidade de Caxias do Sul divulgou a “Carta Mensal do Mercado Formal de Trabalho” referente ao mês de maio. Os dados extraídos do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia (ME), apontaram saldos negativos na geração de emprego de todos os municípios de abrangência da UCS: Bento Gonçalves, Canela, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Guaporé, Nova Prata, São Sebastião do Caí, Torres, Vacaria, Veranópolis e Vila Maria.

De todas as cidades analisadas, Bento foi a terceira com maior saldo negativo no mês de março: foram 695 admissões e 1,3 mil desligamentos – um saldo negativo de 643. De acordo com o Caged, todos os setores apresentaram mais demissões que admissões no município, exceto a agropecuária, que teve saldo nulo. A indústria e os serviços foram os setores que mais tiveram empregos encerrados, com 313 e 246 vagas fechadas, respectivamente.


 

O resultado do mês de maio marcou o terceiro mês seguido de desempenho negativo no município. No acumulado do ano houve o encerramento de 1,1 mil empregos formais, contra 695 vagas criadas no mesmo período do ano anterior. Nos últimos 12 meses, o município registrou 1,3 mil empregos encerrados.

Em todos os municípios de abrangência da UCS, o número de demissões alcançou a marca de 6,2 mil. Na frente de Bento, os dois municípios que apresentaram maior saldo negativo foram Caxias do Sul, com 2,9 mil desligamentos no período, seguido por Vacaria, com 1,3 mil postos encerrados.

Foto: Fabiano Mazzotti




Curta o SERRANOSSA