Economia
08/07/2020 11:23:25, escrita por SERRANOSSA

Rio Grande do Sul deverá ter Centro de Distribuição da Amazon

Recentemente, o Rio Grande do Sul alimentava grandes expectativas de contar com o Centro de Distribuição da argentina Mercado Livre, que acabou confirmando a instalação em Santa Catarina. Nesta semana, uma notícia tem animado a economia no Estado: a instalação de um Centro de Distribuição da gigante norte-americana Amazon na região metropolitana de Porto Alegre. Conforme a prefeitura de Nova Santa Rita, o empreendimento deve gerar cerca de mil empregos no município. “A pedido da empresa não podemos divulgar mais informações, mas o habite-se para pavilhão já está regularizado e a obra praticamente pronta, e vai reforçar ainda mais o polo logístico da cidade”, comemora a prefeita, Margarete Ferretti. 


 

No Rio Grande do Sul a Amazon deverá ficar dentro do parque logístico operado pelo 3SB em Nova Santa Rita, que conta com cerca de 150.000m² de área construída em diferentes galpões, próximo do km 489 da BR-386. No complexo, a Amazon já trabalha na adequação interna do pavilhão às suas necessidades de armazenagem e operação.


 

O 3SB é, de acordo com a própria empresa, o maior Parque Logístico do Rio Grande do Sul. Atualmente tem cerca de 150 mil m² de área construída de um total previsto de 204 mil m². No local já estão instaladas empresas como Pepsico, DIA Brasil e DHL, entre outras. Hoje, opera com são sete grandes armazéns com tamanhos entre 12 mil e 41 mil m².

De acordo com representantes do 3SB, as obras para receber a operação da gigante norte-americana estão avançadas e com adequações às necessidades da companhia em andamento. Com o início da operação da empresa de e-commerce o direcionamento do município para o setor logístico ganha ainda mais força. Desde 2013, de acordo a prefeitura, a cidade recebeu pelo menos cinco grandes CDs, como do grupo Darcy Pacheco, da Modular, da Plimor, que se uniram a outras há existentes, como Intesementes e Harmann, que pertence à Samsung.

“Somos muito bem localizados geograficamente, com a BR-386 e a RS-443, cercada por rios, Caí, Sinos e Jacuí, e uma linha férrea que corta a cidade. Temos projetos para poder operar uma hidrovia, juntamente com a Metroplan, e queremos uma estação férrea, já há um trem que já cruza a cidade”, lista a prefeita.

 


Informações: Jornal do Comércio




Curta o SERRANOSSA