Economia
15/01/2021 11:20:43, escrita por SERRANOSSA

Varejo vê na imunização a grande saída para 2021

A pauta do varejo gaúcho segue sendo a Pandemia do Coronavírus. Na primeira reunião de 2021 da Comissão Setorial do Comércio Varejista da Fecomércio-RS, realizada on-line nesta quinta-feira, 14, o assunto não poderia ter sido diferente. A economista-chefe da Federação, Patrícia Palermo, assegurou que a Covid-19 é o que ainda vai reger a economia neste ano. Por isso, mais do que nunca, o setor entende que a vacinação é a única saída para a mudança do cenário.

Enquanto a vacina não vem, Patrícia explica que as alternativas são repactuar aluguéis, reestruturar estoques, reduzir custos financeiros e consolidar novos canais de venda, adotando de vez o mundo digital, seja via site, seja redes sociais ou pelo WhatsApp. O presidente do Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio, também vice-presidente da Federação, comunga do mesmo pensamento. Para ele, mesmo adotando todas as medidas cabíveis para o enfrentamento ao Coronavírus, as pessoas precisam ser imunizadas. “A vacina vai trazer segurança às pessoas e isso vai se refletir no comportamento em casa e no trabalho”, salientou.

Entre os grandes desafios para o varejo, a economista destacou a menor circulação de renda devido ao fim do auxílio emergencial e aos poucos recursos para os novos saques do FGTS. Patrícia também projeta que a confiança do consumidor estará reduzida, uma vez que as pessoas estão com medo da contaminação e a taxa de desocupação ainda está alta, apesar do aumento da ocupação. As diversas mudanças nas regras de abertura e fechamento dos negócios é outro item que também traz incertezas para os consumidores.

A reunião foi coordenada pelo vice-presidente da Fecomércio-RS, Gilmar Bazanella.
 




Curta o SERRANOSSA