Esporte
27/02/2020 11:49:19, escrita por Raquel Konrad

Morre Valdir Espinosa, ex-atleta e técnico do Clube Esportivo

Morreu nesta quinta-feira, 27/02, Valdir Espinosa, aos 72 anos de idade. Submetido a uma cirurgia na região do abdômen no dia 17, ele foi internado novamente no dia 20 e não se recuperou. 
Natural de Porto Alegre, como jogador Espinosa era lateral-direito, marcador e apoiador, com técnica e liderança. Profissionalizou-se no Grêmio, no começo dos anos 70. Jogou pela seleção gaúcha, na célebre partida contra a seleção brasileira, em 1972, empatada em 3 a 3. Jogou ainda no Vitória, CSA, CRB e Esportivo. Sua estreia no clube de Bento, no dia 13 de fevereiro de 1977, no Estádio Montanha dos Vinhedos foi contra o SER Caxias, em jogo que terminou com a vitória do visitante por 3 X 2. Jogou no Clube até 13 de dezembro de 1978, e encerrou a carreira em jogo contra o EC Novo Hamburgo, durante o Campeonato Gaúcho - Copa 60 anos FGF, no Estádio Santa Rosa.
De acordo com o jornalista e historiador Fabiano Mazzoti, Espinosa jogou 90 partidas pelo clube e marcou dois gols. “Como técnico, é o quarto maior na história do Clube, com 124 jogos: 54 vitórias, 45 empates e 25 derrotas. É um significante nome como atleta e técnico na linha do tempo alviazul”, afirma. 


foto: Fabiano Mazzoti


Espinosa também foi multicampeão pelo Grêmio: foi campeão da Libertadores e do Mundial Interclubes em 1983. Além disso, foi campeão carioca com o Botafogo, quebrando um jejum de 21 anos sem conquistas.
O Clube Esportivo lamentou a morte do ex-jogador e ex-técnico do clube. “O Clube Esportivo Bento Gonçalves expressa seu pesar pelo falecimento de Valdir Espinosa, um dos principais técnicos da história centenária do clube e se solidariza com toda a família Espinosa, amigos e torcida nesse momento de dor e perda.”

 

informações e história: Fabiano Mazzoti.




Curta o SERRANOSSA