Geral
28/04/2011 19:11:46, escrita por SERRANOSSA

Instalação da Ufrgs na Serra é oficializada

Assinatura do convênio garante a criação do campus, que deve iniciar atividades em dois anos

Um marco para a educação da Serra Gaúcha. Assim foi definida a assinatura do convênio entre a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Associação de Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne), que aconteceu na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, na tarde desta quinta-feira, dia 28. O protocolo prevê a instalalação de um campus da instituição na região.

O plenário da Câmara de Vereadores, completamente lotado, recebeu estudantes do Ensino Médio de escolas da região, além de autoridades de diversas cidades. Entre os presentes estavam os deputados federais Manuela D’ávila, Assis Melo e Gilberto Pepe Vargas, a deputada estadual Marisa Formolo, a Secretária Estadual de Turismo, Abigail Pereira, os prefeitos de Caxias do Sul, José Ivo Sartori, e de Bento Gonçalves, Roberto Lunelli, além do reitor da Ufrgs, Carlos Alexandre Netto, o vice-reitor, Rui Vicente Oppermann, e o presidente da Amesne, Waldemar de Carli (também prefeito de Veranópolis).

O encontro foi considerado um pontapé inicial no processo de consolidação da universidade federal na Serra. Depois de um longo período de espera, inicia agora um trabalho em conjunto entre Ufrgs e Amesne para a criação de um Comitê de Planejamento. Já no próximo mês deve ser iniciada a elaboração do projeto, momento no qual será discutido o local mais adequado, os cursos a serem criados e até mesmo a viabilização de recursos para a implantação da universidade.

Segundo o reitor da Ufrgs, Carlos Alexandre Netto, o momento agora é de unir esforços para a construção do projeto da Universidade na Serra. Para Netto, em uma previsão otimista, as atividades podem ser iniciadas em dois anos. “Essa é uma luta da Serra e também da universidade que busca essa expansão. O projeto vai ser construído com a comunidade e queremos contribuir com o desenvolvimento da região”, afirma o reitor.

Já o presidente da Amesne e prefeito de Veranópolis, Waldemar de Carli, deixou claro um recado para as principais cidades da região. “É claro que teremos conflitos de interesses, mas queremos que todos pensem com bom senso. Essa é nossa posição e pedido. O mais importante será a Universidade aqui na Serra”, diz de Carli. Mesmo que outras cidades também tenham interesse em receber o campus principal da Ufrgs, Caxias do Sul e Bento Gonçalves aparecem como candidatos mais fortes e já travam mais um duelo nos bastidores.

Marcos Daneluz, presidente da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, entregou aos representantes da Universidade Federal um documento reforçando a campanha Pró Extensão da Ufrgs em Caxias do Sul. Da mesma forma, Bento Gonçalves esteve representada por mais de 80 pessoas na sessão da Câmara e foi reiterada a entrega de uma moção de apoio de 21 municípios da Serra, para que a cidade do prefeito Lunelli seja a sede do campus.

A definição deve acontecer nos próximos meses a partir de encontros, reuniões e audiências públicas que devem ser realizadas para definir o futuro da universidade, um antigo sonho, que começa a se tornar realidade.

Maurício Reolon

Siga o SerraNossa!

Twitter: http://www.twitter.com/serranossa

Facebook: Jornal SerraNossa

Orkut: http://www.orkut.com.br



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA