Geral
02/06/2019 11:38:39, escrita por SERRANOSSA

Tacchini disponibiliza estudo clínico a pacientes com intolerância a estatinas

O Instituto Tacchini de Pesquisa em Saúde (ITPS) e Departamento de Cardiologia do Hospital Tacchini estão selecionando pacientes que apresentem intolerância a estatinas a participar de um estudo clínico com medicação inovadora, o ácido bempedoico. Cada voluntário continuará sendo acompanhado pelo seu médico paralelamente aos procedimentos do estudo.

Diferentemente das estatinas, o ácido bempedoico não inibe a síntese do colesterol no tecido muscular e, portanto, os eventos adversos musculares negativos, associados ao uso de estatinas, parecem ser evitados com o uso do ácido bempedoico.

O estudo clínico do ITPS é desenvolvido simultaneamente com outros 1.200 centros de saúde em 32 países, sendo coordenado pelo laboratório farmacêutico americano Esperion.

 


No Hospital Tacchini, o estudo clínico está sendo realizado pelo médico cardiologista Dr. Ricardo De Gasperi, tendo a coordenação da gerente do ITPS, Dra. Juliana Giacomazzi. Participam ainda a médica Ana Paula Boscato, como co-investigadora, e a analista de pesquisa Samanta da Costa (Foto: divulgação/Tacchini).

 

Podem participar do estudo clínico, pacientes que se encaixam nas seguintes condições:

- Intolerância a duas ou mais estatinas, uma em dose baixa, em que houve melhora com a descontinuação da terapia;
- Histórico de doença arterial coronariana, ou doença arterial periférica sintomática, ou doença aterosclerótica cerebrovascular ou alto risco de doença cardiovascular;
- Portador de diabetes tipo 1 ou 2, com idade maior que 65 (mulheres) ou mais que 60 anos (homens)
- Ter idade entre 18 e 85 anos.

Informações adicionais podem ser obtidas no Instituto Tacchini de Pesquisa em Saúde, localizado na rua General Osório, 235, subsolo 2, Centro, Bento Gonçalves. Telefone para contato: (54) 3455 4333, ramal 1125. E-mail: instituto.pesquisa@tacchini.com.br.



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA