Geral
17/05/2019 21:39:17, escrita por SERRANOSSA

Prefeitura de Farroupilha assume obras de recuperação de rodovias

Após iniciativa da administração pública, as obras de recuperação das estradas estaduais que cercam Farroupilha iniciaram nessa sexta-feira, dia 17. Os trabalhos começaram no Km 61 da ERS-122, junto ao trevo de saída para Porto Alegre e devem durar cerca de dois meses. 

A própria prefeitura já havia feito reparos em alguns pontos anteriormente, já que o Daer, a quem compete a manutenção, não atendia as reivindicações.

Situação da RSC-453 foi tema de reportagem do SERRANOSSA.

De acordo com o planejamento, a empresa responsável fará a obra em aproximadamente mil metros quadrados da ERS-122 e da RSC-453, que receberão melhorias profundas, onde serão retiradas as camadas superficiais do asfalto para consertar a base. Para evitar a formação de novos buracos, outros 4,8 mil metros quadrados terão consertos mais superficiais na malha asfáltica.

Valor utilizado é de economias do município

A operação custará cerca de R$ 600 mil, o mesmo valor que está empenhado em manutenção de vias urbanas da cidade, além dos recursos que vieram de economias feitas na folha de pagamento nos últimos anos pela prefeitura de Farroupilha (com redução de CCs, por exemplo, onde o gasto é 23% menor do que na administração anterior). As obras foram autorizadas pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) após um apelo da Prefeitura em mostrar a urgência da situação.

Em defesa da vida

Segundo o prefeito Claiton Gonçalves as obras foram uma iniciativa da administração devido ao apelo da comunidade de Farroupilha. “Não é mais possível continuar assim em nome da vida de quem trafega por essas vias. Será uma obra emergencial para recuperar de maneira rápida essas estradas”, explicou.  

Após a conclusão das obras na ERS-122, os trabalhos serão transferidos para o acesso à Caravaggio, devido as romarias.



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA