Geral
30/06/2020 13:41:19, escrita por SERRANOSSA

Obras na antiga subprefeitura de Tuiuty deverão iniciar em julho

Após mais de uma década de espera, os moradores do distrito de Tuiuty deverão ser contemplados ainda neste mês de julho com o início das obras na antiga subprefeitura. A revitalização do prédio em ruínas é uma solicitação recorrente da comunidade e está sendo discutida pela prefeitura de Bento Gonçalves desde 2008, quando foi realizada uma vistoria no local. Na ocasião, representantes do poder público diagnosticaram a necessidade de uma recuperação arquitetônica. 


 

Entretanto, apenas dez anos depois é que os trâmites para a elaboração de um projeto de recuperação foram iniciados. Dessa forma, de acordo com o projeto elaborado pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPURB), a estrutura passará a abrigar o Centro Cultural Tuiuty, contando com oficinas gratuitas à comunidade, além de mini biblioteca, auditório e demais espaços voltados à cultura. 

Orçada no valor total de R$ 963.348,82, a obra será executada por meio do Pró-cultura RS, mecanismo de fomento indireto do governo do estado, que oferece benefício fiscal para empresas que patrocinam projetos culturais. De acordo com o secretário, quatro empresas estão apoiando o projeto: Monofrio Equipamentos Industriais Ltda, Transportes Dumar Ltda, Norte Sul Indústria de Móveis Ltda e Anderle Transportes Ltda. Por meio dessas, será investido o valor de R$ 865.581,93. Em contrapartida, o município irá desembolsar o valor de R$ 87.766,89.“A reabilitação permitirá que a comunidade tenha acesso a diversas atividades culturais dentro do próprio distrito”, afirma o secretário municipal de Cultura, Evandro Soares. 


 

A licitação para escolha da empresa que executará a obra estava marcada para o dia 20/04. “Todavia, uma das empresas que estaria participando do certame solicitou a impugnação do edital", explica Soares. 

Agora, de acordo com o secretário, os envelopes com a proposta das cinco empresas participantes do certame deverão ser abertos ainda nesta semana.  Em seguida, será elaborado o contrato e a autorização para o início das obras. “Depois de publicado no Diário Oficial, creio que no máximo em 15 dias, devem iniciar as obras. Minha previsão é que iniciem ainda na metade de julho”, acredita Soares. 
 

Fotos: Eduarda Bucco




Curta o SERRANOSSA