Geral
05/12/2021 16:16:30, escrita por SERRANOSSA

Mais de 40% das empresas ligadas ao setor de eventos em Bento podem fechar as portas em 90 dias, aponta pesquisa

Aproximadamente 40% das empresas ligadas ao setor de eventos em Bento Gonçalves podem fechar as portas nos próximos 90 dias como reflexo da pandemia de Covid-19. É o que aponta pesquisa realizada pelo Bento Convention Bureau com 74% dos associados contribuintes da entidade entre os dias 16 e 22 de março de 2021. De acordo com o levantamento, o montante que deixou de ser arrecadado nos 12 últimos meses ultrapassa R$100 milhões, o que amplia ainda mais a possibilidade de novos desligamentos em diversas ramificações do segmento.

Entre as áreas mais afetadas tem destaque as parcelas de estabelecimentos gastronômicos, como cafés, restaurantes, bares e buffets, de atrativos turísticos e de hospedagem, que somam 61% dos entrevistados. Conforme o documento, 59% das empresas afirmaram que precisarão fazer novas demissões, totalizando o fechamento de novos 52 postos de trabalho. Além disso, 20% das empresas que afirmam que não irão realizar novas demissões reiteraram que já não possuem colaboradores para desligamento, algumas operando apenas com sócios entre o quadro de funcionários.

O grupo de associados, que emprega mais de 1.100 pessoas, deixou de realizar aproximadamente 90% dos eventos fixados para o último ano, havendo ainda aproximadamente 470 outros remanejados, dependendo da flexibilização nas regras de distanciamento social no Rio Grande do Sul para serem marcados. Outro dado preocupante no setor é o endividamento por meio de contratação de empréstimos para, em sua maioria, manter pagamentos a funcionários e compromissos fiscais em dia. Somente entre as 15 empresas que retornaram essa questão na pesquisa foram contratados mais de R$ 8.8 milhões na modalidade no período em questão.

 

Protocolo aceito pela maioria, mas com ressalvas

Os associados também responderam questões referentes a insatisfação com o protocolo de suspensão de eventos estabelecido pelo Estado, adotado pelo governador Eduardo Leite (PSDB). Conforme o levantamento, a maioria concorda com as medidas, porém considera que são muito rígidas, impossibilitando os projetos relacionados a esse setor.

Os protocolos entraram em vigor no final de setembro de 2020 e encontram-se suspensos por conta da bandeira preta. A partir do dia 13/05 será divulgado um novo modelo de distanciamento pelo estado, com previsão de flexibilizar as regras para o setor de eventos em todas as regiões.

A presidente do Bento Convention Bureau, Gabrielle Signor Rodrigues esteve nos últimos dias em reunião com o Secretário de Turismo do Estado, Ronaldo Santini, em defesa do segmento. “O Convention de Bento e os demais Conventions do Estado estão mantendo um diálogo com a Secretaria de Turismo Estadual para que seja contemplado as flexibilizações pro setor de eventos, sem novos fechamentos. Um novo modelo de distanciamento será divulgado em 13 de maio, pelo governo estadual”, relata.

O secretário Santini é membro do Comitê de Crise do Estado, responsável pelo gerenciamento e tomada de decisões desde o início da pandemia. “Essa é uma grande conquista do setor de eventos, ter um representante do turismo a nível estadual sendo integrante do grupo e das tomadas de decisões referentes aos protocolos estabelecidos nas bandeiras”, conta Gabrielle.




Curta o SERRANOSSA