Negócios
19/01/2011 18:26:38, escrita por SERRANOSSA

Proamb avalia o ano de 2010 como positivo

O crescimento de 19,36% sobre o faturamento projetado para a unidade é um dos indicativos

Os números e as conquistas deixam claro: 2010 foi um bom e produtivo ano para a Fundação Proamb. O crescimento de 19,36% sobre o faturamento projetado para a unidade de disposição e, de 3,98%, sobre o previsto para a unidade de assessoria, além do aumento geral de 30% na Fiema Brasil, são indicativos consistentes disso. Assim como o desempenho da assessoria no comparativo com o mesmo intervalo de tempo do ano anterior, com um crescimento de 91,90%. A cartela de clientes teve uma expansão significativa, com a inclusão de empresas, como Mundial, Bettanin, Agrale, Piá, Duratex, Killing, Brunning e Agritech.

Embalados pelo desempenho de 2010 e a partir dos planos a serem executados nos próximos 12 meses, diretoria e equipe executiva da fundação projetam um 2011 intenso, puxado pelas comemorações dos 20 anos da entidade. Já foram retomados, por exemplo, os trabalhos de ampliação no aterro de resíduos sólidos industriais, localizado em Linha Brasil (Pinto Bandeira). A primeira etapa da obra, que prevê quatro novas valas, deve ficar pronta e entrar em operação ainda este ano. Ela terá a capacidade para receber mais de 120mil m3. O projeto completo terá capacidade para mais de 500 mil m3.

Na pauta do novo ano, os estudos sobre o projeto da unidade de blendagem estão em processo adiantado, com importantes definições a serem tomadas ainda no primeiro trimestre. Desde o início de 2011 já se começou a trabalhar forte com os Planos de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS), que passaram agora a serem exigidos pela Política Nacional de Resíduos Sólidos. A parceria de cooperação com a Itália, que foi ampliada e fortificada no ano passado tende a se intensificar com a vinda de técnicos para intercâmbios ainda no primeiro semestre.

2011 também será de aceleração na construção da Fiema Brasil 2012, que ocorrerá entre 24 e 27 de abril do próximo ano. A equipe está com o planejamento pronto das ações a serem executadas para garantir o atendimento da meta de reunir no evento 350 expositores. E, por falar na parceria com a Itália, neste caso focando a Fiema, está confirmado um evento junto à embaixada do Brasil em Roma, no mês de maio, dentro do trabalho de ampliação das ações internacionais.



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA