Negócios
23/01/2019 15:21:34, escrita por SERRANOSSA

Exportações da Vinícola Aurora crescem 91% em 2018

Cooler e vinhos tiveram os aumentos mais expressivos nas vendas externas da vinícola, 
de 324% e 109% respectivamente. Ásia se mantém como principal foco

A Vinícola Aurora contabiliza 91% de aumento no volume de exportações em 2018: foram 596.244 garrafas contra as 311.866 exportadas em 2017.  O crescimento mais expressivo se deu nas vendas externas do cooler, com 135.696 garrafas vendidas, um aumento de 324% em relação ao ano anterior.  Os vinhos não espumantes ocupam o segundo lugar nas exportações da vinícola no ano passado, totalizando 253.774 garrafas (um crescimento de 109% sobre 2017) e os espumantes, 137.612 garrafas (47% a mais que no ano anterior). “Foi um ano decisivo para as exportações da Vinícola Aurora, com ações em países estratégicos que nos conduziram a grandes resultados”, avalia Rosana Pasini, gerente de Exportação e Importação, acenando um crescimento das vendas externas em 2019 da ordem de 20%.

No ano passado, a Aurora conquistou dois novos países importadores - Irlanda e Peru – e novos clientes em países já compradores: em Taiwan, nos Estados Unidos e no Paraguai. Mas o foco se manteve na Ásia, em especial na China, importador da vinícola há três anos. “Apresentamos nossos produtos a mais de 50 importadores naquele país durante o ano”, afirma Rosana, destacando resultados impressionantes também no Japão, seu tradicional comprador, que dobrou as importações nos últimos dois anos. No continente asiático a empresa participou de grandes feiras nesses dois países:  Chegdu CFDF - China Food and Drinks Fair (março), Shangai - Prowine Shangai (novembro), Qingdao - Qingdao International Wine Exposition (novembro), Foodex Japan (março) e Sparkling New World Event, na embaixada do Brasil em Tóquio (novembro). E manteve presença na Prowein Dusseldorf, na Alemanha, uma das maiores feiras do mundo.

Produtos e mercados
A Aurora iniciou, em 2018, exportações do seu suco de uva Casa de Bento para dois mercados nos quais já estava presente com seus vinhos: Estados Unidos (para um importante distribuidor de produtos brasileiros que atende toda a costa leste do país) e Taiwan (para um segundo importador).

No Peru, a vinícola iniciou vendas de suas linhas de vinhos, espumantes e coolers no final do ano e já tem grandes redes interessadas em seus produtos. O começo das vendas para a Irlanda já se mostra promissor:  a vinícola trabalha com o maior importador de vinhos daquele país, com distribuição da Linha Brazilian Soul Premium Selection.

Para 2019, a Aurora projeta um crescimento de 20% nas exportações, aumento da participação dos sucos de uva nas suas vendas externas e a conquista de 4 importantes novos mercados em sua pauta: Colômbia, Chile, Portugal e Rússia.
 



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA