Política
26/07/2017 07:38:42, escrita por SERRANOSSA

Comércio informal será tema de audiência

A Frente Parlamentar de Combate à Informalidade promoverá sua primeira audiência pública no plenário da Câmara Municipal de Bento Gonçalves nesta quarta-feira (26), a partir das 18h. O objetivo do encontro será discutir com a comunidade a situação atual do comércio informal no município e o impacto causado pela atividade na economia local.

O grupo, presidido pelo vereador Rafael Pasqualotto (PP), tem como vice-presidente o vereador Neri Mazzochin (PP) e também é integrado pelos vereadores Gilmar Pessutto (PSDB), Jocelito Tonietto (PDT), Moisés Scussel Neto (PSDB), Paulo Roberto Cavalli (PTB) e Sidinei da Silva (PPS). A frente foi criada pela Resolução nº 203 de 2 de maio de 2017.

A reunião contará com a presença do vice-presidente financeiro da Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul (Fecomércio-RS), André Luiz Roncatto, do presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Bento Gonçalves (Sindilojas-BG) e vice-coordenador da Comissão de Combate à Informalidade da Fecomércio-RS, Daniel Amadio, e do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Sílvio Bertolini Pasin.

Segundo Amadio, a Câmara Municipal de Bento Gonçalves é a primeira do estado a lançar uma frente parlamentar que visa chamar a atenção da comunidade para o assunto. “É preciso conscientizar as pessoas sobre quantos problemas e transtornos estão por trás do mercado informal e o impacto que isso causa na economia e na vida do cidadão”, disse Amadio.

O presidente da Casa, vereador Moisés Scussel Neto (PSDB), destacou que o Poder Legislativo municipal tem sido atuante na realização de audiências públicas que oportunizem o debate com a comunidade a fim de construir ações que tragam resultados. “Essa será a décima segunda audiência pública a ser realizada pela Câmara em sete meses. No caso da informalidade, o desconhecimento da realidade do sistema de comércio ilegal leva as pessoas a não compreenderem o tamanho dos problemas que essa atividade pode gerar para a coletividade”, afirmou ele.   

A audiência é aberta à participação da população e será transmitida ao vivo pela TV Câmara Bento, no canal 16 da NET, pelo site da Câmara, pelo Youtube e pelo Facebook.



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA